Geral

Você sabe o que é um busólogo?

Registrar fotos, modelos, fabricantes e até modificar games para incluir os coletivos são algumas das atividades dos aficionados por ônibus

O hobby deles parece uma brincadeira quando comentado em uma roda conversa. Alguns acham estranho, outros acham bobagem e dão risada quando se fala nos apaixonados por ônibus, conhecidos informalmente como “busólogos”. Pela definição do dicionário, é o termo utilizado para designar a atividade, geralmente praticada por aficionados, do estudo do ônibus e dos assuntos relacionados a esse tipo de veículo.

Os praticantes da “busologia”, no entanto, costumam levá-la a sério, principalmente quando têm à sua frente um coletivo, de qualquer empresa. Surgem os nomes dos modelos, das encarroçadoras, dos chassis, curiosidades e até tabelas com fotos – quase infinitas e que parecem às vezes um “book” – das empresas de ônibus. É assim que os apaixonados pelo meio de transporte que carrega para cima e para baixo milhões de passageiros diariamente registra seus conhecimentos. E, além da curiosidade pelos veículos e sistemas, os grupos de busólogos têm se engajado na melhoria dos serviços públicos de transporte das cidades brasileiras.

Para dar um exemplo da importância do tema, é possível destacar que o maior site do gênero no país, o Ônibus Brasil, tem mais de 51 mil inscritos e cerca de 4 milhões de fotos de mais de 25,6 mil empresas de ônibus daqui e do Exterior. O próprio Ônibus Brasil se identifica como “um projeto pioneiro na catalogação colaborativa de frotas” de coletivos do país. Em um breve resumo do objetivo, os organizadores do portal afirmam serem “responsáveis pela manutenção de um dos maiores bancos de imagens temáticos do Brasil, além de ser considerado o maior acervo fotográfico de ônibus do mundo”.

O tema é discutido através de inúmeros endereços – entre sites profissionais e blogs pessoais -, revistas, fotogalerias, comunidades no Facebook, entre outros, pelo país afora e também no exterior. É o que faz, por exemplo, o busólogo Matheus Platiz Nepomuceno, de 19 anos, que tem um blog pessoal e faz parte de uma comunidade na Região Metropolitana de Porto Alegre.

“Tenho muitos amigos do hobby e participo desde fevereiro de 2012, de diversas formas, com grupo de interação, tirando e compartilhando fotos e com um blog pessoal”. Ele conta que o grupo também faz saídas, como na Festa da Uva 2016, em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha. Para ele, ser busólogo ainda causa algum estranhamento entre a população. “Algumas pessoas acham diferente, mas nunca sofri nenhum tipo de preconceito”, afirma.

Grupo de busólogos de Porto Alegre e região metropolitana. Foto: Matheus Platiz Nepomuceno/ Arquivo Pessoal

Grupo de busólogos de Porto Alegre e Região Metropolitana. (Foto: Matheus Platiz Nepomuceno, arquivo pessoal)

Outro participante do movimento é o estudante Juan Romero, de 17 anos, que se interessou pelos ônibus a partir de seu interesse no mundo virtual – mais especificamente, nos games. Juan diz que conhece poucos integrantes pessoalmente, “muito mais via Twitter e também por grupos de WhatsApp”.

“Tiro fotos de vez em quando nas ruas das cidades brasileiras, e sempre que possível tento observar os sistemas de transporte público em outras cidades brasileiras. Normalmente as pessoas pensam que ‘quem gosta de ônibus é louco e não tem nada pra fazer’, mas eu explico bem o hobby e as pessoas acham uma coisa interessante”, afirma.

O interesse de Juan parte do nicho que se desenvolveu em volta dos busólogos. Além de fotos de milhares de ônibus, eles participam de fóruns e fazem “mods” (“modificações”, em inglês) para vários jogos de PC e consoles. Um dos games que mais possui modificações é o já famoso GTA (Grand Theft Auto) San Andreas (título lançado em 2004) e, em menor escala, o GTA IV (2008), GTA V (2013) e GTA Vice City (2002), além do game Euro Truck Simulator (2008), que é um simulador da rotina de um motorista de caminhão na Europa.

Foto: Reprodução/ GTA BUS RS

Um dos ônibus de Porto Alegre “modelado” para o GTA San Andreas. (Foto: Reprodução, GTA BUS RS)

O nicho de mercado dos jogos modificados para receberem ônibus vem crescendo ainda mais depois dos lançamentos do game OMSI-The bus Simulator, desenvolvido desde 2011 e que recebeu uma segunda versão em 2012. O jogo faz a simulação real de como dirigir um coletivo nas ruas de Berlim Ocidental durante o ano de 1989. Com add-ons, é possível fazer rotas entre algumas cidades brasileiras, inclusive com ônibus das mais variadas empresas e modelos (confira mais no vídeo abaixo).

O espaço online dos entusiastas dos ônibus só cresce, somado às recentes mudanças no mercado que, mesmo em meio à crise, tem tentado inovar e superar a recessão trazendo novos modelos e apostando tecnologias para o transporte coletivo, para delírio dos aficionados.

Quer conhecer mais sobre o OMSI? Dê uma volta de carona em um ônibus.

Lida 1521 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.