Política

Viamão terá presídio, sim!

Cidade da região metropolitana está dividida em relação à construção da casa prisional.

No dia 12 de junho o governador José Ivo Sartori anunciou que Viamão receberá uma das três novas casas prisionais do Estado. A cidade da Região Metropolitana terá um presídio estadual.

Logo que o anúncio foi feito pelo governo estadual a população já comentava, inclusive no transporte público. Ouvi duas senhoras conversando no ônibus, a caminho do trabalho. Elas eram contra, pois acreditavam que traria a “bandidagem toda para a cidade”. As pessoas têm uma ideia errada sobre um presídio na cidade, acham que por que o Central, atual cadeia pública, é uma enorme falha, todos vão ser. Mas será mesmo?

Na noite do dia 21 de junho, quarta-feira, ocorreu uma audiência pública na Câmara Municipal da Cidade, em que autoridades e munícipes participaram de um debate. Os moradores da região da FEPAGRO (Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária), próximo ao Autódromo de Tarumã, não gostaram de saber que a nova casa penitenciária será construída na região, que é uma área estadual. Enquanto autoridades como Susepe e Brigada Militar apoiam o estabelecimento na cidade. Segundo o Ministério Público, existem aproximadamente mil presos oriundos de Viamão, espalhados pelo Estado. Se a cidade tiver a sua própria casa prisional, esses presos cumprirão suas penas na cidade. Haverá mais efetivo policial e provavelmente investimentos em outras áreas em contrapartida. Claro que ninguém quer um presídio como vista da sua janela, mas o nosso sistema carcerário tão deficitário como está, precisa de vagas. Mais vagas possibilitam que muitos presos, hoje liberados por falta de vagas, cumprir regularmente suas penas.

Moro em Viamão há sete anos, e acredito que a novo presídio é bom para o município. Concordo com a superintendente da Susepe quando ela diz que cada cidade do país deveria ter a sua casa prisional, se fosse assim, não teríamos superlotação e haveria maior controle, pois os presos cumpririam suas penas em seus municípios.

O que se sabe é que o presídio virá, já está decidido. Cabe às autoridades da cidade proporem um melhor lugar para a instalação ser construída, para que a população não se sinta incomodada com uma penitenciária na vizinhança.

Lida 634 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.