Cultura

Sopapo Poético promove o empoderamento da cultura negra

Sarau busca dar oportunidade e visibilidade para artistas e empreendedores negros

Realizado pela Associação Negra de Cultura (ANdC) desde 2012, o Sarau Sopapo Poético: Ponto Negro da Poesia busca promover a integração entre a arte negra através do discurso poético, tornando-se um ponto de encontro de artistas e admiradores da cultura negra em Porto Alegre. O encontro ocorre de março a novembro, sempre na última terça-feira de cada mês, no Centro de Referência do Negro Nilo Alberto Feijó.

 

Sarau Sopapo Poético: Ponto Negro da Cultura. Foto: Arquivo Pessoal

Sarau Sopapo Poético: Ponto Negro da Cultura. Foto: Arquivo pessoal

 

O projeto foi criado por um grupo de amigos a fim de desenvolver atividades culturais. Já a data foi escolhida por vontade pessoal dos idealizadores, e a periodicidade se deve ao tempo em que o grupo consegue se dedicar à organização do sarau. A participação no evento é gratuita e aberta a todos os interessados na cultura negra. Para se apresentar, a única condição é que a música ou poesia – lida, cantada, declamada – seja de autores negros, pois o foco é o protagonismo negro. Uma das idealizadoras do sarau, Maria Cristina Santos afirma que a arte produzida pela população negra é esquecida pela sociedade: “Embora a literatura brasileira seja recheada de autores negros, os mesmos não são divulgados. Os espaços de protagonismo negro são inexistentes na cidade, e nossas crianças e jovens não têm acesso a essa literatura, nem nas escolas”.

De acordo com Maria Cristina, apesar de ser lei, as crianças pouco são ensinadas sobre a história e a cultura negra nas escolas. Por isso foi criado o Sopapinho, que é um fortalecedor da identidade étnica, da representatividade e da autoestima das crianças negras. O objetivo do projeto é promover o interesse das crianças pela cultura. Nele são desenvolvidas atividades paralelas ao sarau, que envolvem brincadeiras como canto, dança e hora do conto. Ao final do evento, as crianças apresentam para todos os participantes as suas produções.

Além da parte cultural, o sarau oferece ainda a Feira Afro do Sopapo, que desenvolve o afroempreendedorismo – um incentivo para a população negra empreender. Na feira são comercializados produtos com a temática negra. O Cine Kafuné é outra atração do evento, que exibe trabalhos audiovisuais sobre a negritude. “O Cine Kafuné antecede o sarau. Durante o cine são projetados no telão videoclipes e documentários afrocentrados”, afirma Maria Cristina.

 

Alessandra, expositora da Afrodite Brincos Afro na Feira-Afro do Sopapo. Foto: Arquivo Pessoal

Alessandra expondo na Feira Afro do Sopapo. Foto: Arquivo Pessoal

 

A afroempreendedora Alessandra Virgínia, expositora da Afrodite Brincos, participa da Feira Afro desde março desde ano.  Para ela, não existem muitos espaços e não se tem conhecimento do que os negros produziram ou produzem. “O Sarau Sopapo Poético é um lugar que resgata a memória. É um espaço muito rico de compartilhamento”, ressalta.

Horácio de Moraes, frequentador assíduo do sarau, acredita que o Sopapo Poético carrega um significado importante para comunidade negra de Porto Alegre, pois reúne em torno da poesia escritores e adoradores da cultura afro-brasileira. “Frequentam o sarau pessoas das mais diversas áreas, que bebem numa fonte de cultura negra alimentada por artistas de sua própria comunidade, situando o negro gaúcho no espaço de seu tempo a partir da reflexão de sua história traduzida em arte de verso, prosa e batuque”, define ele.

Veja abaixo, em vídeo feito pelos idealizadores, um pouco do que acontece no Sarau:

 

Próximo encontro

O Sarau Sopapo Poético: ponto negro da cultura ocorre nesta terça-feira, 30 de agosto, no Centro de Referência do Negro, na Avenida Ipiranga, 311. A entrada é franca e o evento inicia às 19h30, com a presença do compositor e arranjador Alexandre Rodrigues, uma das grandes referências musicais do Rio Grande do Sul.

Lida 1616 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.