Cultura

Projetos musicais serão ampliados no Santander Cultural em 2017

Museu oferece programação musical aos sábados, no centro da capital

Inaugurado em 2001, o Santander Cultural é o único museu de Porto Alegre a oferecer shows, oficinas e workshops voltados a música. Foto: Secopa/Prefeitura de Porto Alegre - Divulgação.

Inaugurado em 2001, o Santander Cultural é o único museu de Porto Alegre a oferecer shows, oficinas e workshops voltados a música. Foto: Secopa/Prefeitura de Porto Alegre – Divulgação.

Muita gente não sabe, mas o centro de Porto Alegre tem várias opções bem diferenciadas pra quem curte música. Entre elas, o Santander Cultural se destaca por conta da sua programação. Dois projetos compõem a grade do museu desde a sua inauguração. O Fazendo Música reúne cantores e instrumentistas em encontros, oficinas e workshops. Já o Ouvindo Música apresenta shows ao vivo, todo o sábado, com artistas nacionais e internacionais.

Dentro do Fazendo Música, um dos destaques é a oficina de choro e samba, que atualmente conta com 60 alunos. Para 2017, o projeto será ampliado. “É a segunda maior oficina de samba do Brasil em tempo de duração, faz 12 anos que ela acontece, todos os sábados. Cada vez mais temos músicos procurando o projeto, por esta razão, vamos abrir cinco novas turmas no próximo ano. Grandes nomes já saíram da oficina, entre eles Pedro Santos, atual guitarrista da Maria Bethânia” – explica Carlos Branco, curador do projeto.

O destaque do Ouvindo Música fica por conta das apresentações ao vivo. Grandes nomes da música nacional e internacional já participaram do projeto, como Jorge Drexler, Arto Lindsay, Jan Akkerman, Thais Gulin, Johnny Alf, Kevin Johansen, Tom Zé, Nonato Buzar, Nelson Sargento, Rita Ribeiro, Roberta Sá, Selmar, entre outros. Em 2017, as apresentações ao vivo passarão a ser mensais.

“Fazíamos semanalmente, agora vamos fazer um show por mês, maiores, com nomes mais conhecidos.  No meio do ano fizemos uma mudança e colocamos os shows no sábado, o pedido partiu do próprio público, já que o centro, aos domingos, é bastante vazio. Com estas mudanças , a ideia é trazer cada vez mais público para o museu, muita gente infelizmente não sabe das apresentações”, explica Branco.

joao-suplicy-no-museu

Artistas nacionais e internacionais fazem parte da programação do Ouvindo Música, os shows acontecem no Átrio do Santander Cultural. Foto: Mauricio Trilha

Em abril deste ano, o músico paulista João Suplicy se apresentou no espaço, dentro de uma programação especial voltada à MPB e Bossa Nova. A cada mês, um estilo musical é explorado. As apresentações ocorrem no Espaço Átrio, no último andar do museu. “Achei o projeto muito bacana, o lugar é lindo e aconchegante, com iluminação natural. O projeto me pareceu bastante interessante, diversos guitarristas de jazz estavam na programação, alguns dos Estados Unidos. Poucos projetos deste tipo funcionam no Brasil. Porto Alegre é privilegiada”, explica o músico.

O destaque dos shows ao vivo está em relação ao preço. Todas as apresentações custam R$ 12 (Inteira) e R$ 6 (Meia-Entrada). Cerca de 150 lugares são disponibilizados, para cada apresentação. Para 2017, tanto o Ouvindo Música quanto o Fazendo Música seguirão aos sábados. Durante o verão, os projetos vão acontecer nas quartas-feiras. A programação completa pode ser conferida no site do museu.

Lida 1089 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.