Cultura

Primeiro Art&Truck traz teatro, tradição e gastronomia para Sapiranga

“A gente se coloca naquele parâmetro: você fomenta a cultura, faz algo, ou você fica sentado assistindo sempre”, diz a produtora Karina Bayer

Plateia assistindo ao espetáculo "Cedo demais". Foto: Roberto Caloni/Beta Redação

Plateia assistindo ao espetáculo Cedo Demais. Foto: Roberto Caloni/Beta Redação

 

No último domingo, 18 de setembro, ocorreu o primeiro Art&Truck, que movimentou o Centro Municipal de Cultura Lúcio Fleck,  de Sapiranga. Com o objetivo de reunir a comunidade e proporcionar atrações culturais, o evento contou com a participação dos grupos teatrais Arena da Arte e Criarte e da invernada do CTG Sentinela do Pago. O food truck Trupe dos Chefs e a food bike Delícias da Mila foram responsáveis por provocar as mais diversas sensações gastronômicas aos visitantes.

Para o produtor do evento, Anderson Freitag, ocorrem poucos eventos culturais deste tipo na cidade. “Desenvolvemos o evento com o intuito de reunir famílias e amigos, para que esses pudessem aproveitar a cultura e gastronomia local”, comentou Freitag. Para ele, eventos como esse não são incentivados no Município. “Estamos há um ano planejando o Art&Truck, e somente agora conseguimos realizar”, relata.

O Arena da Arte foi o primeiro grupo a se apresentar, com o espetáculo Cedo Demais. A peça conta a história de Júnior, um jovem que vive a ansiedade da adolescência e desponta para a fase adulta com uma enorme bagagem de sonhos. De forma realista, ainda aborda os excessos e consequências da violência no trânsito.

 

 

Durante o intervalo entre os espetáculos, a invernada do CTG Sentinela do Pago apresentou danças tradicionais, como Pezinho, Xote das Duas Damas e Maçanico. “Como estamos no meio da Semana Farroupilha, queríamos trazer um pouco de cultura gaúcha ao público”, disse Freitag.

Orvino Vargas, 47 anos, levou a família para prestigiar o evento. Além de elogiar a iniciativa, ele diz sentir falta de mais eventos culturais na cidade, que, mesmo pequena, possui um público interessado em atividades de lazer. “Poderíamos ter mais eventos, como exibição de cinema alternativo”, sugere Vargas.

O segundo espetáculo, O Espelho, apresentado pelo grupo Criarte, retrata a vida de um senhor abandonado pela família em um asilo. Protagonizada por jovens do ensino fundamental, a peça conta a história de um senhor que relembra sua infância, o afeto dos amigos, o primeiro amor, e nessas recordações encontra  motivos para continuar a viver.

 

 

Para a mãe do ator mirim João Vítor Miller Gattelli, Débora Miller, de 34 anos, cultura sempre é bom. Débora conta que antes do teatro o filho era mais “fechado” e não ia tão bem nos estudos. “Nesses dois anos em que ele participa do grupo, melhorou muito nos estudos e o vejo mais feliz”, salientou.

 

Mais sobre o Art&Truck

“A gente se coloca naquele parâmetro: você fomenta a cultura, faz algo, ou você fica sentado assistindo sempre”, Karina Bayer.

Com esse pensamento, Karina Bayer, jornalista e atriz que trabalha com teatro há 18 anos em escolas do município, teve a ideia de fazer o evento. “Em uma primeira etapa queríamos trazer o teatro, mas isso não impede de termos dança, música e bandas em outras edições”, comenta Karina.

 

Diretora dos espetáculos Karina Bayer. Foto: Roberto Caloni/Beta Redação

Diretora dos espetáculos Karina Bayer. Foto: Roberto Caloni/Beta Redação

 

Como os food trucks estão em alta no momento, e as pessoas comentam sobre esse interesse, a ideia de incorporar a gastronomia ao evento pareceu quase inevitável. “Se nós fizéssemos dois trabalhos, com um intervalo entre eles, como não é culturalmente daqui, o público acabaria indo embora. Então precisávamos de algo para preencher o espaço”, conta Karina.

“O  que separa o possível do impossível é o sonho. E é isso que o teatro faz. Tornamos os sonhos reais”, finaliza Karina Bayer.

Sobre produzir o evento, Karina diz que houve mais dificuldade na produção. “Eu achei difícil o antes. A busca por patrocínio é um pouco complicada, mas conseguimos o apoio de algumas empresas, o que é maravilhoso. Para alugar o espaço também não foi fácil, tínhamos poucas datas disponíveis”, comenta.

Mesmo com a dificuldade, realizar o evento foi uma grande conquista. “A minha galera do Criarte e do Arena acreditou todo o tempo que seria possível. Mesmo quando achávamos que não iria dar certo, o pessoal dizia: ‘Vai dar certo, nós vamos vender, nós vamos trazer público’, e eles conseguiram”, relata Karina. Para ela, o melhor de toda essa experiência foi poder produzir um evento coletivo, que contou com a integração de todos.

Veja mais imagens (Fotos: Roberto Caloni/Beta Redação):

 

Lida 1068 vezes

Comentários

Um comentário sobre “Primeiro Art&Truck traz teatro, tradição e gastronomia para Sapiranga”

  1. Em nome da Arena da Arte, agradecemos a parceria.
    Nesta primeira edição do Art&Truck fomos muito felizes juntos e que assim seja em nossos futuros trabalhos!
    Fomento a arte, em todas suas facetas!
    Grandiosos abraços ao Beta Redação e especialmente a Roberto Caloni! Sucesso e luz a todos nós sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.