Política

Politicamente Mulher: Com 72 anos, prefeita assume cargo pela terceira vez

Beta Redação apresenta no quinto episódio de série especial a história da única mulher a exercer o cargo de prefeita no município de Ivoti

Daniela Tremarin, Ellen Renner, Graziele Iaronka, Paloma Griesang e Victória Freire

 

A série Politicamente Mulher chega ao seu quinto episódio. Já mostramos a primeira prefeita negra do Estado, Tânia Terezinha da Silva. A primeira mulher a assumir o executivo de Novo Hamburgo, Fátima Daudt. Conhecemos ainda a segunda mulher a comandar Morro Reuter, Carla Chamorro e no episódio anterior conhecemos a trajetória da primeira prefeita de Estância Velha, Ivete Grade.

Das 31 prefeitas eleitas no Rio Grande do Sul, sete são do Vale dos Sinos. Elas representam metade dos chefes do Executivo da região. A eleição de sete mulheres no Vale é um feito considerável na busca pela igualdade de gênero e de representatividade nos cargos políticos no estado e no Brasil.

Neste episódio vamos conhecer uma mulher que há muitos anos experimenta a sensação de ocupar o cargo máximo do Executivo municipal. Maria de Lourdes Bauermann (PP), prefeita de Ivoti,  é a quinta entrevistada do Politicamente Mulher.

 

72 anos de vida, cinco mandatos, terceiro como prefeita

Maria de Lourdes Bauermann, 72 anos, foi eleita pela terceira vez para comandar o Executivo de Ivoti. Sendo a primeira e única mulher a ocupar o cargo. A primeira vez foi de 2005 a 2008, quando foi reeleita e continuou no cargo até 2012. Antes disso, já havia sido vice-prefeita em dois mandatos de 1997 a 2004. Ao final desta gestão ela terá completado 20 anos no Executivo do município. De 1997 a 2017 ela ficou apenas um mandato afastada da prefeitura de Ivoti: de 2013 a 2016. A vida política, no entanto, começou bem antes. Em 1992 Maria de Lourdes, concorreu pela primeira vez para o cargo de vereadora. Além de eleita, foi a mais votada. Ela também já foi candidata a deputada estadual, porém não se elegeu.

A história da prefeita tem proximidade com a do próprio município e não apenas na esfera política. Ela nasceu e cresceu em Ivoti e filha da primeira professora da cidade Lydia Bárbara. Assim como a mãe, também foi professora, não só em Ivoti como em outras cidades da região. Ela ocupou também cargos de diretora e vice-diretora de escolas. Além disso foi diretora da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Ivoti (Apae) e participou da criação da Liga Feminina de Combate ao Câncer.

Maria de Lourdes retorna ao Gabinete de prefeita de Ivoti após ter sido eleita com 8.714 votos, o que representa 66,54% do eleitorado da cidade. Conheça agora um pouco mais desta figura tão emblemática da política de Ivoti.

Lida 417 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.