Cultura

Piquenique Cultural de Pelotas completa 5 anos neste domingo

Evento chega a sua 31ª edição celebrando a ocupação de espaços públicos

betaredacao_cultura_piqueniquecultural

Faixa que lembra a tradicional toalha quadriculada de piqueniques marca cada edição do evento itinerante. / Foto: Divulgação


Quem estiver em Pelotas neste domingo (18) poderá acompanhar as comemorações dos cinco anos do Piquenique Cultural. Criado no dia 9 de outubro de 2010 pelos produtores culturais Aline Maciel e Pedro Silveira, o Piquenique é um movimento multiartístico que acontece em praças e parques de Pelotas buscando a ocupação do espaço público. Nesses cinco anos, foram realizadas 30 edições do evento, que chegou a 14 praças de seis bairros diferentes na cidade, incluindo uma realizada em Capão do Leão, cidade vizinha. O público nunca fica abaixo de 3 mil pessoas por edição – na página do Facebook, mais de 12,4 mil curtidas, inclusive de pessoas de fora do município.

No Piquenique, o espaço é de todos: além dos artistas convidados a compor a programação, o local vira palco de artistas independentes, artesãos, culinaristas, estudantes, agentes culturais e sociais e quem mais vier. Além dos lanches partilhados, não é estranho encontrar exposições, oficinas, feiras de doação de filhotes, brechós e venda de livros. De acordo com os organizadores, o piquenique itinerante que passa por praças e bairros busca valorizar e ressignificar os espaços públicos ao ar livre, de forma a contribuir para a preservação e a conscientização ambiental em meio urbano. Os diferentes locais que recebem o evento possibilitam o acesso de maior parte da população, que pode lançar sobre eles um olhar cidadão.

Ainda que seja palco de diferentes manifestações artísticas e culturais, além de rodas de conversas sobre diferentes temas, o evento é embalado como um grande piquenique coletivo pois tem a intenção de resgatar as reuniões de amigos e familiares em locais públicos, tradição perdida na cidade. A 31ª edição, que comemora meia década de existência, será realizada na principal praça de Pelotas, a Praça Coronel Pedro Osório, no Centro da cidade.

Ocupação para dar significado

O evento surgiu primeiro como alternativa. “Quando a Casa de Cultura Joquim fechou, em 2009, queríamos manter as atividades sem o espaço físico”, explica Aline. Um grupo foi articulado e a primeira edição do encontro contou apenas com imagens do acervo da Casa de Cultura em exposição na Praça Coronel Pedro Osório. O lanche foi dividido pelos organizadores. “As pessoas tinham receio, era uma coisa nova. Não havia sido criado por um órgão como a prefeitura, por exemplo. Precisamos trabalhar o imaginário do público e dos próprios artistas”, lembra a criadora.

Os organizadores são responsáveis apenas pela parte “burocrática”: organização do espaço e divulgação. O Piquenique tem vida própria. Para Aline, o evento é uma feira de oportunidades. “Nós promovemos encontros, trocas de ideias, a ocupação do espaço. O que importa é o que vai sair dali”, conta.

De acordo com Aline, o mais importante para os eventos do gênero é o que se propõe na ocupação. “É importante a valorização dos espaços. Os eventos de rua tendem a aproximar as pessoas e crescem com a potencialização das redes sociais. Pessoas que conversam apenas pelas redes têm a oportunidade de se ver. Mas não pode ser ocupar por ocupar. Querendo ou não, as pessoas estão na rua. O que precisamos é dar significado à ocupação de cada espaço”, afirma. “Nosso foco, por exemplo, é nas praças, esses importantes espaços ambientais no meio urbano. Isso pode despertar o olhar das pessoas para o que elas precisam nesses espaços. Nossa revitalização é humana, é imagética”, completa.

No domingo,  mais três eventos dividirão o espaço da praça. A sétima edição do Fotroca (evento de troca de fotos, expondo o trabalho de fotógrafos), a segunda edição do Veganique (piquenique de comida vegana) e a quinta edição da Feira do Rolo (feira de troca e venda de roupas e acessórios) ocorrerão junto ao Piquenique.

Piquenique Cultural de Pelotas – Edição Especial de Aniversário
Quando: Domingo (18), das 13h às 23h
Onde: Praça Coronel Pedro Osório (Centro)
Quanto: gratuito

Confira toda a programação na página do evento no Facebook

Lida 877 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.