Esporte

Onde está o limite para Stephen Curry?

Foto: Keith Allison/Flickr

Stephen Curry (de azul), do Golden State Warriors. (Foto: Keith Allison)

A lista de adjetivos para tentar descrever o novo fenômeno da NBA cresce cada vez mais. Atualmente, é difícil prever qual será o tamanho de Wardell Stephen Curry II para a história do basquete norte-americano

Ao lado de seus companheiros de Golden State WarriorsCurry caminha para uma temporada dos sonhos, que certamente será lembrada como uma das melhores, tanto coletiva quanto individualmente para ele.

O bordão de Everaldo Marques, narrador dos canais ESPN, “Stephen Curry, você é ridículo”, é ouvido com cada vez mais frequência. As bolas de três, que são arremessadas de lugares e momentos inimagináveis, não param de cair. Eu poderia dizer que se parece com “coisa de videogame”, mas Curry é realmente ridículo: até mesmo os simuladores virtuais estão com dificuldade de reproduzir suas habilidades.

Alguns meses atrás, em entrevista para a revista Forbes, Mike Wang, diretor da franquia NBA 2K, um dos simuladores de basquete mais jogados no mundo, confessou que tem sido um desafio para a produção do jogo reproduzir de maneira fiel o desempenho do atleta.

“Tentar chutes de três depois de dribles é algo que desencorajamos fortemente em NBA 2K. Especialmente depois de muitos e muitos dribles. Mas Curry quebra essa regra quando arremessa. E isso vira um problema no mundo do videogame, pois tentamos ensinar os jogadores que alguns tipos de arremessos não vão cair”, disse o diretor.

Curry tem sido um exterminador de recordes. Suas marcas são vistas com muita perplexidade pelo mundo do basquete. A principal virtude, o arremesso de bolas de três, é o motivo para isso.

Na temporada anterior, Curry havia estabelecido um novo recorde de bolas de três na NBA, 286. Porém, essa marca já faz parte do passado. Este ano, o número ultrapassa incríveis 400 arremessos certeiros.

Como não poderia ser diferente, essas estatísticas e suas brilhantes atuações lhe renderam o prêmio de MVP da temporada regular, período classificatório da competição. A novidade é o estabelecimento desse prêmio de maneira unânime. Nunca antes na história da NBA um jogador foi eleito como Most Valuable Playero jogador mais valioso, com 100% dos votos. Curry havia recebido o título também no ano passado, e dessa forma se tornou o 12º jogador da história a conquistar o bi de MVP.

Se os números individuais são assustadores, os coletivos não são diferentes. Liderado pelo camisa 30, o Golden State Warriors quebrou nesta temporada o recorde de vitórias em temporada regular da NBA. O feito, para que se tenha ideia da dimensão, forçou especialistas do esporte a comparações com o lendário Chicago Bulls de Michael Jordan, que era detentor da marca até então.

O recorde de 73 vitórias em temporada regular levou o Warriors aos playoffs da NBA. Na condição de favorito para muitos, o título será a coroação de uma temporada que seria perfeita para o time, e também para Stephen CurrySe concretizado, o time de Oakland, na Califórnia, será bicampeão do torneio

Atualmente, Steph e seus companheiros estão classificados para a final da Conferência Oeste da NBA, após vencer a equipe do Portland Trail Blazers. O próximo desafio para conclusão da temporada perfeita já tem nome e endereço. O adversário desta vez será o Oklahoma City Thunder de Kevin Durant e Russell Westbrook.

E fica a questão: qual será o limite para Stephen Curry e o Golden State Warriors?

Lida 700 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.