Geral

Cabify, novo aplicativo de transporte, chega a Porto Alegre

Promoções e descontos chamam novos usuários para o Cabify

Aplicativo de celular oferece descontos para novos usuários na capital. Foto: Caroline Garske / Beta Redação

Aplicativo de celular oferece descontos para novos usuários na Capital. Foto: Caroline Garske/Beta Redação

 

Mais um aplicativo de transporte individual começou a operar em Porto Alegre. Depois do Uber, agora o Cabify está oferecendo o serviço para quem procura por transporte alternativo ao táxi com baixo custo. Fundado na Espanha em 2011, o aplicativo funciona em 13 países pelo mundo. Porto Alegre é a terceira cidade do Brasil a receber o serviço. No dia 16 de setembro, data de seu lançamento na Capital, o Cabify promoveu um dia de viagens ilimitadas e gratuitas, e, segundo a própria empresa, não foi preciso inserir nenhum código. Bastou baixar o aplicativo e fazer cadastro.

Junior Linhares, 26 anos, cadastrou-se no primeiro dia de operações e diz ter aproveitado a promoção de estreia do aplicativo. Além disso, aponta que o app lança promoções esporádicas, convidando o cliente a usar o serviço. “Os carros ainda demoram um pouco, mas vale a pena pelo desconto”, explica.

Dirigindo pelo Uber e agora também pela Cabify, um motorista, que preferiu não se identificar, contou que mantém os dois aplicativos ligados, mas que tem dias onde só atende pelo Cabify devido à procura mais intensa. O motorista, que é mestrando bolsista pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, conta que, para complementar a renda, aluga um carro mensalmente e trabalha para os aplicativos. Segundo ele, é possível pagar os gastos com aluguel de carro, combustível e ainda ficar com cerca da metade do que arrecada.

Para verificar as diferenças entre o Uber e o novo aplicativo, a reportagem da Beta Redação testou ambos os serviços. Nenhuma diferença importante no atendimento foi notada, até em função dos motoristas do Cabify, em sua grande maioria, também pertencerem ao Uber. O serviço oferecido, em sua essência, é praticamente o mesmo, com a diferença de que os carros do Cabify são mais selecionados, pois passam por vistorias e apenas modelos após o ano de 2011 podem participar da frota.

Conforme a empresa Cabify, uma das vantagens do aplicativo em relação ao Uber é que o cliente paga apenas pela quilometragem (R$ 2,30 nos primeiros 10 km rodados e R$ 2 após o décimo quilômetro), ou seja, o valor da corrida é gerado sem levar em consideração o tempo em que o carro permanece no trânsito (no Uber, R$ 0,20 por minuto são cobrados do cliente). No entanto, a tarifa mínima do Uber é mais barata (R$ 5, enquanto no Cabify é R$ 8). Atualmente, o aplicativo opera com as promoções de primeira viagem gratuita (até R$ 20) e, ao convidar um amigo para utilizar o serviço, o usuário ganha mais R$ 20 em créditos de viagem. O app está disponível gratuitamente para download nos smartphones da Apple e Android.

Lida 1123 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.