Cultura

No palco do Porto Alegre em Cena, “O Casal Palavrakis”

A apresentação traz uma atmosfera violenta e reflexiva

Na noite de sexta-feira, 16, o espetáculo O Casal Palavrakis estreou no 23º Porto Alegre em Cena. A peça do Ato Cia. Cênica foi apresentada na Sala Álvaro Moreyra do Centro Municipal de Cultura, Arte e Lazer Lupicínio Rodrigues.

Protagonizada por Mariana Rosa e Paulo Roberto Farias, a apresentação narra a vida de um casal traumatizado na infância pelos pais e o ciclo de violência gerado desde então. O diretor Maurício Casiraghi, 26 anos, afirma que a peça é forte por tratar de temas como o incesto e abuso infantil. Para tentar quebrar o texto abjeto da espanhola Angélica Liddell, ele utiliza-se da relação com materiais orgânicos ao longo da peça e de mídias tecnológicas.

Créditos - Reprodução

Créditos – Reprodução

As principais dificuldades de se dirigir uma apresentação tão chocante foi definir a linguagem utilizada e trabalhar com atores jovens. “ A peça trata muito sobre maturidade. Não que os atores não a tenham. Mas o corpo jovem significa diferente de um corpo velho”.

Fernanda Fiuza, 28 anos, foi ver o espetáculo pela 4ª vez. Ela diz que sempre se impressiona com a dedicação do grupo em torno da peça. Apesar de preferir O Feio, da mesma companhia, ela recomenda O casal Palavrakis pelo teor reflexivo da obra. “É impressionante ver os monstros que vivem dentro de todos nós”, afirma. Já Lilian Monteiro, 38 anos, se sente atraída pela peça pela crueza de como é mostrada toda violência. Parafraseando os personagens, diz que “estamos todos doentes, quebrados e aniquilados”.

O espetáculo concorre ao prêmio Braskem em Cena, que revelará os vencedores no dia 26 de setembro. O Casal Palavrakis encerra sua participação no festival no sábado, 17, no às 19h no mesmo local.

Lida 623 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.