Cultura

Muito além da Coca-Cola: Legião Urbana reunirá gerações em NH

Turnê comemorativa aos 30 anos do 1º LP da banda chega ao Ok Center no domingo, dia 15

Os remanescentes Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá celebram três décadas do lançamento do primeiro álbum da Legião Urbana/ Foto: MariO

Os remanescentes Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá celebram três décadas do lançamento do primeiro álbum da Legião Urbana / Foto: MariO

 

A Legião Urbana chega a Novo Hamburgo neste domingo (15), com a turnê Legião Urbana XXX anos,  que celebra as três décadas do lançamento do primeiro álbum da banda, que leva o nome do grupo. Muito mais do que uma apresentação, o show será um encontro de gerações e um grande presente aos fãs, órfãos de apresentações ao vivo desde a morte do vocalista Renato Russo, em 1996. O Ok Center receberá a apresentação agendada para as 21h30, com abertura dos portões às 18h30.

Iniciada no fim do mês de outubro, a turnê, que já passou por Minas Gerais, São Paulo e Bahia, tem sido aclamada pelo público e pela crítica. Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, o show é dividido em duas partes: na primeira são apresentadas todas as faixas do primeiro disco, Legião Urbana, que conta com músicas como Ainda é cedo, Será e Geração Coca-Cola. Já na segunda parte, os remanescentes Dado Villa-Lobos (guitarra e vocal) e Marcelo Bonfá (bateria e vocal), acompanhados de André Frateschi (vocalista), Lucas Vasconcellos (guitarra), Mauro Berman (baixo) e Roberto Pollo (teclados), trazem para o público outros hits, como Pais e Filhos, Há TemposQuase Sem Querer.

Além da divulgação nos veículos de imprensa, a banda inova ao se aproximar dos legioná[email protected] através das redes sociais. Há uma fanpage especial para divulgar a agenda e notícias sobre os shows.

 

“É a realização de um sonho”

Daiane Müller mostra o ingresso do show/ Foto: Daiane Müller

Daiane Müller mostra o ingresso do show / Foto: Daiane Müller, Instagram

 

Deisi Müller tinha cinco anos quando Renato Russo morreu. Enquanto isso, sua irmã, Daiane Müller, estava prestes a completar três anos. Ambas cresceram ouvindo Legião Urbana em casa. “Escuto Legião desde dentro da barriga da minha mãe. Meu pai escutava muito Legião, então desde sempre eu escutei, e depois que cresci comecei a interpretar e aprender sobre o que a Legião tratava, comecei a admirar e virei fã. Cada vez que escuto uma música é como se estivesse escutando pela primeira vez”, conta Deisi.

Aguardando ansiosamente para ver Dado e Bonfá no palco, Daiane afirma que será emocionante ir ao show. “Vou ver Legião Urbana ao vivo! É uma honra inenarrável fazer parte disso! Não é apenas um show, é a realização de um sonho. Um sonho que até poucas semanas atrás acreditava ser impossível. Eu e minha irmã, que já fizemos maratona de Legião Urbana, agora vamos estar juntas compartilhando essa experiência que, com certeza, será única e inesquecível.”

A decisão de partir em turnê pela primeira vez desde a morte de Renato Russo foi criticada por alguns fãs, que acreditam que não existe Legião Urbana sem o vocalista. Dado e Bonfá afirmaram que pensam da mesma forma, e André Frateschi ganhou o público ao evitar imitar Renato, mas, sim, interpretar as canções. Para as legionárias que irão ao OK Center no domingo, a ausência será sentida, mas não mudará a paixão. “Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá junto com Renato Russo fizeram a Legião Urbana ser o que ainda é nos dias de hoje. Renato Russo não vai estar presente em carne e osso, mas com certeza vai estar presente no coração de cada um de seus fãs, no coração da minha irmã, no meu coração,”, diz Daiane.

Mesma empolgação de 1994

Enquanto as irmãs Deisi e Daiane irão pela primeira vez a um show, Daniel Baggio poderá ver pela segunda vez a Legião Urbana no palco. Apaixonado pela banda desde os 13 anos, ele havia tentado ir ao show do LP As Quatro Estações, mas não conseguiu. Tempos depois, ele ouviu a divulgação da turnê do disco O descobrimento do Brasil. “Gigantinho, 28 de maio de 1994, eu teria que estar lá de qualquer maneira. No rádio escutei que os ingressos estariam à venda nas Lojas Colombo. No dia marcado para o início das vendas peguei a lista telefônica, procurei por Lojas Colombo, e liguei. ‘Alô, vocês já têm o ingresso pro show da Legião? Não, ainda não recebemos, o senhor pode ligar mais tarde’. Agradeci e desliguei. Uma hora depois outra ligação, mais uma hora e outra, então já estava chegando no meio da tarde quando liguei e ouvi do outro lado da linha ‘Sim, os ingressos acabaram de chegar’. Mais ou menos dez minutos depois estava na loja, ingresso na mão, coração batendo acelerado e um grito de ‘Consegui!’ preso na garganta”, relata.

Quando ficou sabendo do show em Novo Hamburgo, Baggio afirma que ficou tão empolgado quanto para o show de 94. “Talvez justamente pela ausência física do Renato, me veio uma sensação estranha, um pensamento de quanta falta ele ainda faz hoje. Claro que seria maravilhoso poder ver a banda completa no palco outra vez. Mas penso que esse show vai ser grandioso. Com a atmosfera que será criada naquele local, tendo o Dado e o Bonfá ali no palco, se eu fechar os olhos automaticamente serei transportado no tempo e no espaço, virão na minha lembrança imagens e sensações vividas naquele show de 94. Pra mim, onde toca Legião, sempre estão e sempre estarão presentes o Dado, o Bonfá e o Renato. Essa foi a Legião que eu conheci, que aprendi a gostar e admirar. Ando há algum tempo ansioso, e este show vai atender plenamente às minhas expectativas”, afirma.

Dado e Bonfá seguem juntos, mas Legião não volta

Dado e Bonfá afirmam que Renato é insubstituível/ Foto: Fernando Schaepfer

Dado e Bonfá afirmam que Renato é insubstituível / Foto: Fernando Schaepfer

No evento criado pela assessoria da banda para o show, informações explicam a turnê comemorativa:

“No começo do ano 2015, Dado e Bonfá receberam da EMI – hoje parte da Universal Music – a proposta de lançar uma Edição Especial do primeiro disco da banda, lançado em 1985, também chamado de ‘Legião Urbana’. Surgia então o projeto ‘LEGIÃO URBANA XXX ANOS’. Uma Edição Especial que, além de trazer o disco original remasterizado, traz um outro disco contendo algumas pérolas e raridades cuidadosamente guardadas nos cofres da gravadora. Entre elas estão, por exemplo, as três músicas que o então trio braziliense gravou a convite da EMI no Rio de Janeiro, em 1983, ainda com Renato Russo tocando baixo e cantando. O lançamento da EMI/Universal está previsto para o final deste ano.

O processo de mexer com todas essas fitas, de ver aquelas fotos, de ler aqueles textos e, principalmente, de ouvir aquelas primeiras versões das suas músicas exatamente como elas foram criadas, foi realmente emocionante. Tanto que acabou despertando a vontade do Dado e do Bonfá de estar juntos tocando de novo.

Dessa vontade surgia uma segunda ideia: a de chamar alguns amigos e montar um show para tocar o primeiro disco na íntegra. Mas, para evitar erros ou mal-entendidos, sempre deixando claro que não existe possibilidade alguma de ‘volta’ da Legião Urbana. Como já disseram inúmeras vezes, a Legião – como banda – acabou junto com a morte do Renato, em 1996. Renato Russo é único e insubstituível”.

Serviço:

O quê: “LEGIÃO URBANA – 30 ANOS”, com Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá

Quando: Domingo, dia 15 de novembro de 2015, às 21:30

Onde: OK Center – Rodovia ERS 239, km 18,8 – Nº 5333 – Bairro São Jorge – Novo Hamburgo/RS

Horário: Abertura dos Portões: 18:30

INGRESSOS:

Pista (Inteira) – R$ 80

Pista (Promocional) – R$ 50

Pista (Meia Entrada) – R$ 40

Front VIP – R$ 110

Mezanino (Open Bar*) – R$ 160

*Open bar: água, refrigerante e cerveja.

Camarote Premium (Open Bar*) – R$ 220

*Open bar: Refri, água, cerveja, vodka, whisky e energético.

Classificação: Livre. Menores de 14 anos somente acompanhados de um maior responsável

Lida 1139 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.