Cultura

Moradas das artes visuais em Porto Alegre

Locais onde as artes visuais encontram seu espaço

A cena porto-alegrense de artes visuais anda meio escondida. Apesar de termos algumas galerias tradicionais, que atuam há anos na cidade, o público ainda é muito restrito. As galerias não costumam estar em vias de grande fluxo e algumas não são identificáveis em um primeiro momento, tornando-se assim um produto restrito a um seleto grupo de pessoas interessadas.

Bolsa de Arte
Rua Visconde de Porto Alegre, 365 – Floresta

Foto: Luis Felipe Matos / Beta Redação

A galeria Bolsa de Arte atua em Porto Alegre, há mais de 35 anos, representando artistas de todo o país, em especial nomes gaúchos. Obras de Saint Clair Cemin, Xico Stockinger, Hugo França entre outros nomes reconhecidos fazem parte do acervo da sua atual sede, estabelecida em 2011. Para reforçar sua presença e representatividade no mercado de artes nacional, em 2014, abriu uma filial em São Paulo.

Nesta semana, a galeria encerrava a exposição Espelho, do artista André Severo. Formada por fotografias e imagens animadas projetadas de autoria do artista, compondo com textos e pinturas, a exposição premiada foi apresentada também na Pinacoteca Ruben Berta. Agora, a galeria prepara-se para receber a exposição do artista Fábio Zimbres, programada para o final do mês de maio.

Fotos: Luis Felipe Matos / Beta Redação

Galeria Gestual
Av. Cel. Lucas de Oliveira, 21 – Auxiliadora

Mesmo quem anda pela avenida Lucas de Oliveira com frequência pode não saber que próximo a esquina da movimentada 24 de Outubro existe uma galeria de artes. Em sua fachada não há nenhuma identificação além do número 21. Criada em 1985, por Carlos Gallo, jornalista formado pela Unisinos, teve sua primeira sede em São Leopoldo. Como informa em seu site, a Gestual acredita no potencial do mercado de artes visuais da capital gaúcha e de seus artistas, onde firmou sua presença no início dos anos 90 e mantém sua atual sede há 18 anos segundo Anderson Domingues, gerente da galeria.

 

Fotos: Luis Felipe Matos / Beta Redação

Com o início do mês, está sendo desmontada a exposição do artista Leonardo Fanzelau, com seus brinquedos perigosos. Na programação da galeria, a próxima exposição contará com fotos de Dirnei Prates. Em seu acervo, obras de Maria Tomaselli, João Fahrion, Heloisa Crocco e do casal Ema M e Rui Macedo.

Imagem: Luis Felipe Matos / Beta Redação

Galeria Península
Rua dos Andradas, 351 – Centro Histórico

Entre as galerias de artes visuais visitadas durante a produção desta matéria, a Galeria Península apresentou um projeto diferente das demais. Assim como as outras galerias, a Península expõe e vende obras de diversos artistas. Contudo, sua proposta é apresentar novos nomes, sejam eles regionais ou internacionais, ao público da cidade e ser um espaço de práticas e de residência artísticas. Assim, a galeria oferece um lugar de trabalho aos artistas que pretendem aprender e expor seus trabalhos e suas performances em Porto Alegre.

Fotos: Luis Felipe Matos / Beta Redação

A exposição que está sendo apresentada até o dia 12 de maio foi organizada pela curadora argentina Gala Berger, com peças de vários artistas, entre eles Sandro Ka e Nelson Leiner. A partir de 20 de maio, a galeria irá reunir em uma exposição o material produzido pelo Programa Público de Performance Península.

 

Imagem: Luis Felipe Matos / Beta Redação

Lida 1241 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.