Política

Modelo catalão pode ser adotado na revitalização do 4° Distrito

Objetivo é atrair empresas que atuem nas áreas de tecnologia e saúde

Modelo catalão deve servir como inspiração para revitalizar 4º Distrito / Foto: Divulgação @22 Barcelona

Modelo catalão deve servir como inspiração para revitalizar 4º Distrito / Foto: Divulgação @22 Barcelona

“O futuro está nas mãos de pessoas que pensam como vocês.” Foi com esta frase que o vice-presidente da Associação Internacional de Parques Científicos e Áreas de Inovação, Josep Piqué, encerrou o seu discurso ao apresentar o projeto [email protected], em um evento promovido pelo Parlamento Metropolitano, na semana passada. Essa foi uma das atividades de que Piqué participou quando esteve em Porto Alegre. A ideia é buscar no modelo catalão propostas para desenvolver o 4° Distrito na Capital.

Durante a sua apresentação, Piqué comentou que o bairro onde está localizado o [email protected], Poblenou, também passou por um processo de revitalização e humanização, o que acabou despertando o interesse de investidores na área. O destaque na fala de Piqué é o consenso entre empresas, poder público e universidades para o desenvolvimento de projetos a longo prazo. O pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Desenvolvimento da Pontíficia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Jorge Audy, também participou do encontro na Câmara de Vereadores. Para o professor, Porto Alegre já possui talento e acúmulo para produzir um modelo de gestão tecnológica além de um governo. “Vamos ter uma visão de futuro para quê? Só vou chegar em alguma coisa se pensar grande”, disse.

Josep Piqué esteve em Porto Alegre para apresentar o projeto 22@Barcelona / Foto: Ederson Nunes (CMPA)

Josep Piqué esteve em Porto Alegre para apresentar o projeto [email protected] / Foto: Ederson Nunes (CMPA)

Audy ainda comentou a semelhança cultural entre Brasil e Espanha. “Barcelona tem cultura latina, temos que pegar um exemplo equivalente. O papel do governo na América Latina é forte. A responsabilidade do poder público é mostrar qual modelo seguir. O motor da nossa cultura é o governo, ao contrário dos modelos anglo-saxônicos, que têm as empresas”, comenta.

A busca pelo modelo de Barcelona iniciou este ano, quando uma comitiva formada por representantes da prefeitura, Câmara de Vereadores e empresários viajaram para a comunidade da Catalunha. Ainda na semana passada, o Executivo Municipal anunciou que enviaria ao Legislativo um projeto de lei de incentivos fiscais concedendo redução de ISSQN (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) a empresas que desenvolverem pesquisa nas áreas de tecnologia e saúde. Também haverá isenção de IPTU e ITBI, por tempo determinado, a empresas que venham se instalar nos bairros São Geraldo, Navegantes, Floresta, Farrapos e Humaitá.

4° Distrito

4° Distrito (área em vermelho) deve voltar a hospedar empresas/ Foto: 4distrito.wordpress.com/

4° Distrito (área em vermelho) deve voltar a hospedar empresas/ Foto: 4distrito.wordpress.com/

Formada por seis bairros – Humaitá, Farrapos, Marcílio Dias, Navegantes, Floresta e São Geraldo -, a área é próxima do Centro e das margens do Guaíba. O local possui uma identificação histórica com a produção industrial, sofrendo, posteriormente, com a saída das indústrias para outras cidades da Região Metropolitana e outros lugares onde havia maior oferta de mão de obra e incentivos. Os alagamentos também se somaram aos fatores que que transformaram a região em uma área pouco atrativa.
Nos últimos anos, diversas frentes de trabalho têm buscado alternativas para voltar a movimentar a região. Caso o Município se inspire no [email protected], o 4° Distrito poderá, finalmente, voltar às suas origens, podendo se tornar uma referência no desenvolvimento tecnológico e inovador.

 

Lida 1118 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.