Geral

A internet em outros países (comentada por quem está lá)

Saiba como funcionam os planos de internet em Portugal, Alemanha, Irlanda, Dinamarca e Estados Unidos

13510623_1022574044525507_266148604_nA Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou que deseja limitar os dados dos planos de internet banda larga fixa dos brasileiros. Em entrevista ao jornal Zero Hora, a superintendente de relações com consumidores da Anatel, Elisa Vieira Leonel, declarou que vários países vêm praticando franquias e que existe uma tendência para acabar com modelos ilimitados. A questão tem gerado debates, devido à baixa quantidade de dados que as operadoras disponibilizariam mensalmente (entre 80 GB e 100 GB).

O que se ouve por aqui é que temos uma das piores internets do mundo, e que o serviço seria superior em outros países. Por isso a Beta Redação buscou depoimentos de quem usa a internet lá fora, mas também já foi cliente das operadoras brasileiras. Confira no mapa abaixo (clicando sobre os pontos próximos às bandeiras) os relatos de jovens que utilizam os serviços de banda larga e internet móvel nos Estados Unidos, em Portugal, na Alemanha, na Irlanda e na Dinamarca.

Os melhores serviços

A União Internacional de Telecomunicações (UIT) é a agência da ONU dedicada a temas relacionados às Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs). O órgão divulga diversas informações e estatísticas em um relatório anual. O de 2015 trouxe a informação de que dos 190 países monitorados, 130 oferecem planos de banda larga fixa com internet ilimitada. A UIT também divulga um índice dos serviços de internet mundiais, em que os países são ranqueados de acordo com infraestrutura, acesso, habilidades, entre outros aspectos referentes à conexão (confira o ranking completo aqui, com todos os critérios da avaliação). O Brasil ocupa a 61ª posição. No topo do ranking, a Coreia do Sul está em primeiro lugar, seguida da Dinamarca.

 

Leia outras matérias desta série:

Sua Internet banda larga pode ser limitada em breve

Internet limitada no Brasil: quem pode ser afetado pelas mudanças

Lida 1240 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.