Esporte

Grupos de corrida reúnem colegas e amigos em torno do esporte

Empresas do Rio Grande do Sul investem na saúde dos funcionários

Foto: Luis Felipe Matos/Beta Redação

Concentração pré-prova na tenda do Banrisul Runners. Foto: Luis Felipe Matos/Beta Redação

 

A corrida é considerada por muitos o esporte mais popular e acessível de todos. Enquanto outros esportes exigem uma quadra, uma bola ou equipamentos mais caros ainda, para correr algumas pessoas não utilizam nem calçados. Apesar disso, nem sempre é fácil começar: pode faltar motivação para percorrer os primeiros quilômetros dessa jornada. Por isso, a companhia de amigos e colegas de trabalho pode ajudar.

Criado em abril de 2012, o grupo de corrida Banrisul Runners reúne 523 atletas. Organizado pela educadora física e palestrante empresarial Cláudia Ramos Lucchese, o grupo conta com funcionários do Banco do Estado do Rio Grande do Sul, amigos e parentes.

 

Foto: Luis Felipe Matos/Beta Redação

Grupo de corrida Banrisul Runners. Foto: Luis Felipe Matos/Beta Redação

 

Cláudia conta com uma equipe de profissionais de Educação Física oferecendo cinco dias de treinamento durante a semana e acompanhamento dos atletas durante competições. “O Banrisul oferece todo o suporte logístico e as estruturas das tendas para proporcionar conforto ao grupo, e subsidia as inscrições para os funcionários que participam dos treinamentos“, explica Cláudia. Ao longo desses quatro anos, o Banrisul Runners acumulou 627 pódios, tendo levado a marca do banco a mais de 200 eventos pelo Estado.

 

Foto: Luis Felipe Matos/Beta Redação

Profissionais de Educação Física orientam atletas nos exercícios. Foto: Luis Felipe Matos/Beta Redação

 

Outro grupo de corrida que carrega a marca de uma instituição financeira é o Grupo de Corrida 100 Anos do BB no RS. A equipe foi organizada pelos próprios funcionários do Banco do Brasil, como parte das comemorações do centenário da inauguração da primeira agência do banco no Rio Grande do Sul.

Michele do Sacramento Cardoso, assessora de comunicação do Banco do Brasil no Estado, foi uma das idealizadoras da homenagem. Michele, que começou a correr em dezembro de 2015 para acompanhar o namorado, Luciano Fernandes da Graça, explica que o banco já possui atividades de qualidade de vida como ginástica laboral nas agências. Mas os funcionários pediam há algum tempo uma atividade na qual pudessem reunir colegas e amigos de outros setores e até mesmo de outras localidades.

 

Foto: Luis Felipe Matos/Beta Redação

Michele Cardoso e Luciano Fernandes da Graça. Foto: Luis Felipe Matos/Beta Redação

 

Deu certo. Divulgado nas últimas semanas de fevereiro deste ano, o grupo teve adesão de 90 atletas inscritos para a POA Night Run, que ocorreu em 12 de março. Atualmente, o grupo conta com 179 pessoas inscritas no Facebook. A página divulga dicas sobre o esporte e informa aos inscritos sobre as competições que acontecem pelo Estado, organizando os interessados para aproveitarem as vantagens das inscrições em equipes.

 

Foto: Luis Felipe Matos/Beta Redação

Grupo de corrida 100 anos BB no RS. Foto: Luis Felipe Matos/Beta Redação

 

Alcançando altas colocações

Além da qualidade de vida, o esporte provoca a vontade de vencer. Fernanda Sperb, gerente de relacionamento do Banco do Brasil, é atleta do Grupo de Corridas do BB no RS e tem atingido alto rendimento nas últimas provas em que competiu.

Fernanda decidiu começar a correr há aproximadamente quatro anos. “Eu corria na esteira da academia e tomei gosto pelo esporte. Foi assim que comecei.” Ela conta que não teve a orientação de nenhum instrutor e que tentou participar de um outro grupo de corrida, em 2014, mas não se adaptou, pois para isso deveria seguir uma rotina para a qual não estava preparara. “Corro quando posso. Sou muito confusa com os horários”, confessa a atleta.

 

Foto: Luis Felipe Matos/Beta Redação

Fernanda Sperb. Foto: Luis Felipe Matos/Beta Redação

 

Para o acompanhamento de sua evolução como corredora, Fernanda utiliza aplicativos em seu smartphone, podendo assim marcar o tempo, a distância percorrida em cada treino, comparar com percursos anteriores e ainda compartilhar com os amigos os resultados.

Em fevereiro deste ano, os funcionários do Banco do Brasil organizaram o grupo de corrida e convidaram os colegas para participarem da corrida POA Night Run. Para Fernanda foi uma oportunidade de participar novamente com um grupo de amigos, ainda sem o compromisso de uma rotina mais rígida, mas com um objetivo. “É difícil encontrar amigos que corram. O grupo juntou a galera do banco, colegas e parentes, com esse objetivo. E, assim, é sempre melhor.”

Tendo participado de poucas competições antes do grupo, a atleta Fernanda Sperb já subiu ao pódio pelo menos duas vezes desde então. A última foi na segunda etapa da corrida POA Day Run, em 14 de agosto, onde garantiu o lugar mais alto para sua categoria nos 8 km. “Antes das duas últimas corridas, nem acompanhava os resultados das provas. Devo ter deixado passar alguma premiação.” Agora, determinada, Fernanda garante que muitas medalhas e troféus virão.

 

Foto: Luis Felipe Matos/Beta Redação

Pódio da categoria feminina 30-34 8km da 2ª Etapa do POA Day Run 2016. Foto: Luis Felipe Matos/Beta Redação

 

Lida 1850 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.