Geral

Garantir acessibilidade é desafio para a administração pública

Uma cidade para todos. Esse também é um grande desafio para a administração pública. Atualmente, existem 1 bilhão de pessoas com algum tipo de deficiência no mundo inteiro, e 80% delas vivem em países em desenvolvimento. Segundo dados do IBGE, são 46 milhões só no Brasil.

acessibilidade_betaredacaoAs dificuldades de se locomover por vias públicas são sentidas também por aqueles que não possuem algum tipo de deficiência. Calçadas quebradas, rampas mal construídas, desníveis no calçamento e até mesmo árvores com galhos muito baixos são algumas das barreiras que precisam ser vencidas em um simples passeio.  Para o assessor jurídico do Tribunal de Contas do Estado de Espírito Santo, João Estevão Silveira Filho, essas são situações que precisam de políticas públicas mais efetivas. “Não precisamos de mais leis, mas de bons projetos. É preciso intensificar o investimento na educação. Às vezes, o preconceito existe por falta de conhecimento e informação”, disse João durante o seminário Inclusão e Acessibilidade: uma nova realidade, que ocorreu em Porto Alegre. O evento fez parte da 11ª Semana Estadual da Pessoa com Deficiência, realizada de 21 a 28 de agosto pela Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e com Altas Habilidades no Rio Grande do Sul (Faders).

O servidor público, que também é professor, possui visão baixa e convive diariamente com as dificuldades da falta de planejamento dos processos de inclusão e acessibilidade. Com o objetivo de contribuir para amenizar tais problemáticas, João idealizou o projeto Cidades + Acessíveis. A iniciativa oferece ferramentas para eliminar barreiras físicas e comportamentais com foco na implantação de Políticas de acessibilidade.

O arquiteto da Divisão de Assessoramento Técnico do Ministério Público do Rio Grande do Sul, André Huyer, expôs sobre licenciamento e execução de obras. “Uma obra inicia no seu projeto, a fiscalização para garantir o acesso e a acessibilidade não pode ser feita apenas no final da obra”, ressaltou.

 

Veja a apresentação do projeto “Cidades + Acessíveis” aqui: https://prezi.com/bhwjo1wpzcqt/cidade-mais-acessivel-sp/

Grupo no Facebook  com vagas para deficientes:  https://www.facebook.com/groups/classificadospcd

Conheça a Lei de Acessibilidade (Lei nº 10.098/200): http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L10098.htm

Lida 805 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.