Esporte

Esportistas que seguiram carreira política

O esporte é uma das principais bandeiras dos políticos

Esportistas famosos frequentemente migram sua área de atuação para a política. Isso ocorreu com futebolistas conhecidos como o ex-jogador Romário, um atleta que tinha sua carreira no futebol, atuava como atacante e ficou famoso como um dos grandes jogadores brasileiros. Ainda seguindo a linha dos ex-jogadores de futebol que driblaram o esporte e pararam na política está Danrlei, que atuava como goleiro, com marcante passagem pelo Grêmio, considerado um dos maiores ídolos do time, que atualmente é deputado federal.

Neste mesmo caminho, um ex-esportista da cidade de Gravataí trocou os campos de futebol pelo nome nas urnas em pleitos municipais. É o caso do ex-jogador do Internacional, Francisco Demétrio Tafras, conhecido como Demétrio do Esporte, que recentemente conquistou a sua cadeira na Câmara de Vereadores de Gravataí. Atleta profissional do clube entre 1992 e 1999, Demétrio é formado em Educação Física pela Ulbra, e viu a sua carreira partindo para a área política quando tornou-se presidente da Associação de Garantia do Atleta Profissional (AGAP/RS), entidade fundada em 1979, sem fins lucrativos, com o intuito de garantir melhores condições de vida aos ex-atletas profissionais. “Não deixei o esporte para me dedicar à política, encerrei a minha carreira em 1999. Foi aí que as pessoas começaram a me motivar para concorrer a cargo público. Depois de algumas tentativas, inicio em janeiro de 2017 o meu primeiro mandato como vereador. Depois vou pensar no futuro, com cargos políticos maiores, se for possível”, destacou. Demétrio avalia que a preocupação com o desenvolvimento do esporte deve estar aliado às áreas fundamentais de atuação de um parlamentar, como segurança, saúde e principalmente, educação. “Um dos principais projetos é o ‘Bola para frente’, que tem o intuito de trabalhar com crianças e adolescentes, disponibilizando assistência psicológica, alimentação adequada para praticar esportes. O mesmo projeto tem a intenção de contribuir para a formação dos jovens em serem atletas profissionais, com disposição de intercâmbios com clubes de futebol do estado, e assim proporcionar uma qualidade de vida aos jovens, e até mesmo à própria família”, destaca. Citado como exemplo de ex-esportista que seguiu na carreira política, o ex-jogador Romário é uma das inspirações no meio político, confessa o recém eleito vereador, Demétrio do Esporte.

Outro exemplo de esportista com carreira política é o deputado federal pelo Rio Grande do Sul, o ex-judoca da categoria meio-leve, João Derly. Atualmente político, o ex-judoca começou a treinar na Sociedade Ginástica Porto Alegre (Sogipa), sendo o primeiro brasileiro da modalidade a conquistar uma medalhe de ouro em campeonato mundial, na categoria principal. Essa premiação ocorreu no Campeonato Mundial de Judô, em 2005, no Egito. Derly também alcançou outros títulos, até que passou a dedicar-se à carreira política, em 2012, sendo o segundo vereador mais votado de Porto Alegre. Em 2014, elegeu-se deputado federal com 106.991 votos. A Beta Redação entrevistou João Derly para saber de sua carreira esportiva e como o deputado leva o esporte em sua nova carreira na política.

 

Confira a entrevista com o deputado federal João Derly.

 

Beta Redação: Como deu início na tua atuação no esporte?

João Derly: Eu era uma criança muita ativa, levada mesmo. Além disso, tinha asma e o médico indicou a prática de um esporte. Comecei no judô com seis anos e nunca mais parei. Foi amor à primeira vista.

 

Beta Redação: Por que deixou o esporte e passou a dedicar-se à política?

João Derly: Não fui eu que abandonei o esporte. Infelizmente, meu corpo não resistiu mais à carga de treinos. Tive algumas lesões graves que abreviaram a minha carreira. Parei quando percebi que não tinha mais como manter a performance de antes e não tinha como concorrer a uma vaga nos Jogos Olímpicos de Londres. A entrada na política se deu de forma natural, pois eu achava – e ainda acho – que posso usar a experiência de atleta para promover e incentivar políticas públicas de incentivo ao esporte, a educação e a saúde.

 

Beta Redação: Qual a motivação da participação na política?

João Derly: Pode parecer discurso, mas a política é a melhor forma que há para tentar melhorar a nossa comunidade e o mundo… Pena que há maus políticos, que estragam a imagem de todos os outros. Vamos ter de superar isso também.

 

Beta Redação: Seguiu alguma inspiração de esportistas que tenham carreira política?

João Derly: Na verdade não. Mas há outros atletas que seguem uma carreira política decente.

 

Beta Redação: Pretende trabalhar com as duas áreas?

João Derly: Não tem como. A política te suga durante as 24 horas do dia.

 

Beta Redação: Entre os seus projetos de trabalho, os que estejam ligados ao esporte, são prioridades, quais são?

João Derly: Há vários, mas cito o aperfeiçoamento da Lei de incentivo ao Esporte, que já tramita no Congresso Nacional e vai democratizar o acesso aos recursos.

 

Beta Redação: Na sua opinião, o que o esporte pode contribuir para a política brasileira?

João Derly: O esporte, de maneira geral, é uma grande ferramenta de formação das pessoas. Ele promove a disciplina, o respeito às regras e ao adversário, a perseverança, a valorização do trabalho duro, etc. Se todos os políticos seguissem esses exemplos, já teríamos um país muito melhor.

 

Beta Redação: Na área esportiva, qual a principal emenda parlamentar para o estado que o deputado trouxe?

João Derly: Há várias emendas na área do esporte, que possibilitarão a reforma de instalações esportivas em vários municípios.

 

Beta Redação:  Usar o nome como um esportista tem contribuição para a eleição favorável ? Quais as principais solicitações neste âmbito?

João Derly: Claro que um atleta com boa imagem na sociedade pode levar alguma vantagem justamente por ser conhecido. Mas eu não sou mais atleta há anos. E já fui eleito duas vezes. Ou seja, as pessoas estão deixando de lembrar de mim como atleta. Estão assimilando que sou um deputado federal, um gaúcho, sempre um ex-atleta, que tenta fazer o melhor pelo Rio Grande do Sul e o Brasil no Congresso Nacional.

Lida 634 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.