Esporte

Esportes gratuitos na Unisinos

Nove modalidades são ofertadas para alunos e funcionários da universidade

Vida de gente grande não é fácil. Contas, faculdade, trabalho, carro ou transporte público. É preciso ter o que vestir, o que comer. E tudo isso é consumido com capital monetário. Com tanta preocupação em poupar, principalmente quando se fala em crise, muitas atividades secundárias são deixadas de lado, como o ingresso numa academia ou até a prática de um esporte específico.

Muita gente não sabe, mas tem como participar de uma grande variedade de jogos e lutas sem se preocupar com a mensalidade no início de cada mês. A fim de estimular a integração através de atividades esportivas, a Unisinos oferece gratuitamente dez modalidades no Centro de Esporte e Lazer.

Qualquer funcionário ou estudante pode ingressar nas equipes esportivas da universidade sem pré-requisito. Além de se beneficiar a partir de uma prática saudável, o aluno que tem, no mínimo, 75% de frequência na modalidade, ganha 20 horas complementares para utilizar no seu curso de graduação. Estudantes de Educação Física podem manifestar interesse nas vagas abertas de monitoria, recebendo créditos (desconto na mensalidade) pelo serviço prestado.

Esportes tradicionais como futebol, futsal e voleibol são os mais procurados, mas as equipes são criadas conforme a procura dos interessados. Para se cadastrar basta buscar o monitor de cada atividade e fornecer seus dados de aluno.

Segundo o coordenador de Educação Física, Jorge Luiz Texeira da Silva, o aluno da Unisinos se caracteriza por ser um estudante que trabalha em torno de oito horas e estuda de três a quatro horas por dia. As atividades oferecidas pelo curso possibilita que eles tenham uma prática esportiva dentro do campus.

.

Jorge e a Tocha

Jorge Texeira, coordenador, professor e ex-atleta olímpico, carregou a tocha em julho deste ano. Foto: Rodrigo Blum/Comunicação Unisinos

.

Jorge Texeira foi atleta olímpico do salto triplo nas Olimpíadas de Barcelona (1992) e Seul (1988). Ele acredita no esporte como um instrumento de formação de jovens. “O esporte tem um núcleo central na formação de pessoa. Desde a questão da saúde, até a questão da organização do seu tempo, enquanto praticante esportivo”, comenta.

.

Judô: o futuro queridinho do Centro de Esporte e Lazer

Lucas Carvalho da Silva está no segundo semestre de Educação Física. Depois de participar da edição deste ano da Copa Unisinos, ele viu que o Judô não tinha uma representatividade significativa dentro da universidade. “Vi que tínhamos bastante alunos que praticam o esporte. Porém, nenhuma representação no quadro de atividades. Falei com o professor responsável e estamos tentando implementar mais esse esporte”, comenta.

.

15146783_1113113772121172_709813092_o

Lucas Carvalho é o novo monitor do Judô. Foto: Roberto Caloni/Beta Redação

.

A intenção do monitor é montar uma equipe que compartilhe a filosofia da modalidade, além de competir pela Unisinos. O objetivo é que no próximo semestre o Judô já seja ofertado junto com outros esportes praticados no complexo.

“No momento, mais de dez pessoas já participaram dos treinos que ocorrem nas terças e quintas das 18h às 19h”, explica. Além de divulgar o esporte, Lucas busca também experiência em ensinar o esporte. “Gostaria de trabalhar ensinando Judô no futuro. É uma opção que estou planejando agora”, idealiza.

Para participar dos treinos, os interessados não precisam, necessariamente, levar kimono, porém é preciso levar calça de abrigo e camiseta.

O coordenador explica que as atividades esportivas acontecem a partir da demanda dos próprios alunos. “A última demanda forte que tivemos foi o rúgbi. Esse esporte não faz parte do hall de atividades do JUG, por exemplo. Eles se organizaram, pediram o espaço. Nós demos o espaço e eles começaram. Isso já faz uns cinco, seis anos”, explica.

.

Representando a Unisinos em competições

Mateus Antunes, funcionário no Centro de Esporte e Lazer, comenta que a oferta de esporte gratuito no campus existe há 30 anos. Ele também explica que as equipes esportivas participam de duas competições anuais: os Jogos Universitários Gaúchos e a Copa Unisinos, que abrange universitários das regiões Sul e Sudeste, além de países como Chile e Uruguai.

Apesar disso, os estudantes podem escolher se desejam atuar nas competições. Quando a equipe excede o número máximo de participantes, cabe ao professor junto do monitor, responsáveis por cada esporte, escolher entre os interessados quem representa a universidade.

“É uma prática esportiva que pode ou não desaguar em eventos esportivos de competição. A Unisinos tem como objetivo participar de jogos universitários com suas equipes”, ressalta Texeira. O coordenador termina falando da importância da prática esportiva, convidando universitários para participarem das modalidades. “Fazer esporte é muito bom! A gente faz amigos, se diverte, conhece outras culturas. É ótimo”, finaliza.

.

Confira a tabela completa com os horários abaixo:

.

apresentacao12

O Judô poderá ser incluso nas modalidades a partir do ano que vem. Tabela: Carolina Schaefer/Beta Redação

Lida 834 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.