Economia

Em Porto Alegre, apenas 23 restaurantes atendem o público vegano e vegetariano

Embora o mercado de alimentos sem uso de produtos de origem animal seja pequeno na capital, há locais que oferecem opções a baixo custo

Quem opta por uma dieta sem a inclusão de carne ou de qualquer produto de origem animal encontra dificuldade de encontrar opções de alimentação fora de casa na cidade de Porto Alegre. Segundo o Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Porto Alegre e Região, o SINDHA, existem apenas 23 restaurantes e bares que se classificam como vegetarianos ou veganos na capital gaúcha.

Para a vegana Andriele Dalbosco, as opções para sua alimentação estão aumentando aos poucos e diz que restaurantes com comida sem adição de produtos de origem animal não são tão mais caros que os outros: “Comer fora é caro, no geral”, afirma. O também vegano Julio Castro diz que está mais fácil encontrar esses estabelecimentos em Porto Alegre e segundo ele, é possível fazer uma refeição vegana com até R$ 20,00.

Conforme a pesquisa da atual conjuntura econômica realizada pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, a Abrasel, mesmo com a crise que se instalou no Brasil desde o primeiro trimestre de 2015, o consumidor não abandonou o hábito de comer fora de casa, e continuou garantindo presença em bares e restaurantes.

MM Lanches, localizado na Rua Lima e Silva, em Porto Alegre, oferece opções como cachorro-quente com salsicha de soja e xis de batata, cenoura, entre outros. Foto: Caroline Garske / Beta Redação

MM Lanches, localizado na Rua Lima e Silva, em Porto Alegre, oferece opções como cachorro-quente com salsicha de soja e xis de batata, cenoura, brócolis, entre outros. Foto: Caroline Garske / Beta Redação

Com um cardápio diversificado, o MM Lanches, localizado na Rua Lima e Silva, em Porto Alegre, é um exemplo de inovação no ramo da alimentação vegana e vegetariana, pois é um dos únicos estabelecimentos da cidade que oferecem lanches como cachorro-quente, torrada e xis sem adição de carne para os vegetarianos e sem nenhum outro produto de origem animal, para os veganos. Há quatro anos no mercado, o local é querido pelos clientes, pois possui um preço bastante acessível, enquanto outros estabelecimentos que vendem comida vegetariana e vegana não são tão baratos assim.

Marcelo Telles Bueno, filho da proprietária da lanchonete, diz que a ideia de vender esses pratos veio depois que um cliente, que era vegano, sugeriu que também fossem vendidos lanches com carne de soja: “Começamos com bife de soja. O segundo foi o bife de grão de bico e então, depois, minha mãe começou a fazer com outros ingredientes, como cenoura e batata”, conta. Hoje, segundo Marcelo, 95% dos lanches vendidos são vegetarianos ou veganos e o movimento no local aumentou muito depois que começaram a venda desses produtos.

14341939_1100598693367073_1917550022_n

Há quatro anos atendendo no mesmo local, Marcelo conta que maior parte dos lanches vendidos são vegetarianos ou veganos. Foto: Caroline Garske / Beta Redação

O MM oferece opções como cachorro-quente com salsicha de soja, e mais de 15 sabores de xis, como o de aipim, berinjela, brócolis, moranga e feijão. Os valores dos lanches no local variam entre R$ 5,00 e R$ 17,00.

Lida 1207 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.