Política

“É preciso investigar” antes de tomar decisões, afirma o deputado Tiago Simon (PMDB)

Deputado diz, porém, que se houver comprovação da denúncia não terá como Temer continuar governando o país

Crédito: Foto: Vinicius Reis- Agência ALRS

Foto: Vinicius Reis- Agência ALRS

Diante das denúncias contra o presidente Michel Temer, o deputado estadual Tiago Simon (PMDB), filho do ex-senador Pedro Simon, um dos fundadores do partido, afirma que antes de qualquer decisão é preciso investigações. “É necessário investigar, pois tudo começou com uma reportagem. Sem saber a verdade não tem como tomar decisões”, explica.

O deputado explica que Temer iniciou seu governo com uma base de ministros da velha política e que isso contaminou o governo do presidente. “O governo de Temer começou com o impeachment de Dilma. Isso é traumático para nosso país”, afirma.

Quando questionado sobre as possibilidades de impeachment ou de renúncia de Temer, Simon é claro: “Se depois de muitas investigações for comprovado que Temer comprou o silêncio, não tem o que o presidente falar”, diz. Além disso, o deputado explica que, com a comprovação das denúncias, perde-se a legitimidade e a capacidade de governar. “Com a comprovação, é inexorável a renúncia”, afirma.

Contatado pela Beta Redação na noite desta quinta-feira (18), o presidente do PMDB do Rio Grande do Sul, Ibsen Pinheiro, disse que só daria sua opinião depois de ouvir os áudios envolvendo Temer.

 

Lida 489 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.