Geral

Criações em casal ganham audiência na internet

Relação vira temática principal em diversos blogs, canais e histórias em quadrinhos, como na página Encontro na Rodoviária

Relacionamentos, vida a dois e o cotidiano em casal têm sido temas abordados frequentemente em projetos na internet. Tornar a relação pública, e temática principal de canais, blogs, ilustrações e outras criações chama a atenção do público, por trazer algo tão íntimo, mas ao mesmo tempo muito fácil de se identificar. Casais, hoje, já são marca, possuem loja e produtos, e são personagens de histórias. E não é que a gente acaba se apegando a eles?

A página Encontro na Rodoviária, criada no ano passado  por Wilson Silva, fala sobre a sua relação e traz à tona um tema bastante interessante como pano de fundo para a sua história: o namoro à distância. Saiba como tudo começou!

12809565_1754029688149964_3550792123459966670_n

Crédito: Encontro na Rodoviária

Encontro na Rodoviária

Gostar é querer ter a pessoa sempre por perto, não é mesmo? Imagine então, viver a 770 km de distância de quem se ama. Pois é: essa foi a realidade para Wilson Silva, designer de 28 anos, criador da página Encontro na Rodoviária. Ele – nascido e criado em São Paulo, capital, e a namorada Júlia Cavagnolli, 26 anos – natural de Caxias do Sul, se conheceram através da internet ainda adolescentes.

“É bem curioso, pois nos conhecemos ainda na adolescência [por volta de 2004] através da internet, pelo gosto musical em comum. Vivíamos trocando mensagens, e após anos de muita amizade acabamos perdendo contato total, que só foi retomado em 2013 quando eu achei ela no Facebook”, lembra Wilson.

Neste mesmo ano, ele decidiu tirar férias e viajar por diversas cidades do país. Foi neste momento que, depois de tanto tempo, os dois se viram pela primeira vez na rodoviária de Porto Alegre. A partir de então, a química aconteceu e apesar da distância e das dificuldades que ela pode trazer para uma relação, eles decidiram embarcar neste amor. “Depois de visitá-la em Caxias e ela me visitar em São Paulo algumas vezes, percebemos que a coisa estava realmente ficando séria. Isso me fez pensar. Eu particularmente nunca acreditei que um namoro à distância pudesse dar tão certo. Como ela era realmente incrível e tudo até ali tinha sido maravilhoso, resolvi pedi-la em namoro. Claro que a distância era uma barreira complicadíssima. Nós conseguimos superar trocando muita mensagens diariamente e planejando muitas e muitas viagens”

O apoio dos familiares e amigos também ajudou o casal a ter força. De acordo com designer, essa compreensão é muito importante para quem passa por este tipo de situação. “Ambas famílias foram uns amores e nos apoiaram muito, desde o começo. Não temos do que reclamar. Vejo muito casal novinho que tem  problemas com a família, com a falta de verba. Como já trabalhávamos e com ambas famílias e amigos apoiando, tudo ficou mais fácil.”

17155177_1925663554319909_5178455945707878970_n

Crédito: Encontro na Rodoviária

A história que virou quadrinho

A história de amor e de distância de Wilson e Júlia deu vida a uma série de quadrinhos e uma página no Facebook. “Encontro na rodoviária” completou um ano no último dia 20 de março, e já conta com mais de 100 mil seguidores. Lá, os dois contam um pouco sobre sua história e das dores e delícias de se estar em uma relação à distância.  “Eu sempre adorei desenhar. Depois de começar a trabalhar com design, sentia a vontade de fazer um curso de desenho, que nunca ia para frente. Até que em outubro de 2015, resolvemos fazer juntos um curso curtinho de uma semana. Depois dali eu me animei”, descreve, Wilson.

No ano seguinte, apesar da animação para criar, ele buscava a inspiração para um novo trabalho.  Foi durante um novo curso de desenho que ele se deu conta que tinha tudo o que precisava bem ali, em seu cotidiano. “Em 2016, depois de muito matutar, percebi que eu tinha uma história bem legal para contar”, lembra. A ideia começou em relatar seu dia a dia com a namorada, sem que ela soubesse de nada. A intenção era fazer um grande presente para o aniversário de dois anos de namoro. “Eu comecei a desenhar as tirinhas sem que ela soubesse de nada. Depois de ter algumas prontas, tive a  ideia de imprimi-las num livreto e entregar quando ela fosse me visitar em São Paulo. Alguns dias antes eu acabei tendo a ideia de filmar a reação dela ao receber o livreto, e foi aí que resolvi também criar a página no Facebook”.

A reação de Júlia não poderia ter sido melhor. A partir dali o “Encontro na Rodoviária” seria uma história compartilhada com o mundo. Wilson e Júlia criam boa parte das tirinhas da página juntos, seja pelas situações do dia a dia ou por troca de ideias, e isso aumentou ainda mais a parceria entre o casal. “É muito legal ter o vídeo da reação dela, porque foi algo tão espontâneo e puro, sabe? A cada folha virada do livreto, era uma reação diferente. Foi realmente muito especial. Até hoje é algo que ela gosta muito e tem me ajudado a escrever algumas tirinhas.”

Questionado sobre  eventuais complicações que expor a história do casal pode trazer, Wilson avalia, tranquilo: “Com certeza o projeto está totalmente vinculado aos nossos personagens. Penso que temos uma química realmente muita boa, pois além de namorados, somos melhores amigos. Me arrisco a dizer que ainda veremos a página por muito e muito tempo por aí”.

Um ponto de encontro para casais distantes

13920877_1817329495153316_6563190850982640275_n

Grupo no Facebook conta com mais de 1.800 mebros. Crédito: Encontro na Rodoviária

“Criamos este grupo para nos aproximarmos ainda mais de vocês. Queremos vocês assim, bem pertinho. Já recebemos tantas mensagens lindas e inspiradoras que achamos que seria muito especial abrir um espaço para vocês dividirem isso tudo com o mundo. E aí, topa? Então vem com a gente!” – Boas-vindas do grupo oficial EnR – Namoro à distância.

Após alguns meses da criação da página, o casal fez sucesso e muitas pessoas se identificaram com a história. A temática do namoro à distância realmente chamou a atenção do público, e isso fez com que o casal conhecesse diversas histórias e relatos sobre relacionamentos. Essa interação motivou Júlia e Wilson a criarem um grupo na rede social, onde as pessoas pudessem trocar experiências sobre amor à distância. “O grupo veio com uma proposta bem legal, pois muitos casais se identificavam com a nossa história e tinham vontade de compartilhar experiências, dúvidas, dicas de viagens, etc. Como seria muita coisa para postar na página, tivemos a ideia de criar o grupo, e tem sido bem legal. Os casais se ajudam, postam histórias incríveis, passagens baratas… Olha, é uma coisa linda de se ver”, explica.

Histórias que surgem

O grupo conta com mais de 1.800 membros, que dividem suas alegrias, preocupações e inspirações. Kênia Rosso conheceu o grupo EnR – Namoro à distância pela página no Facebook e encontrou nele uma forma de falar sobre as experiências do namoro que mantém à distância com o Cayo Castella. A história dos dois começou em 2015, quando estudavam na mesma faculdade. Eles se conheceram, se interessaram um pelo outro e Kênia decidiu puxar assunto pelo Facebook.

Depois do primeiro passo, a vontade de ficar junto só cresceu, resultando no namoro. A princípio, os dois eram vizinhos, até que precisaram se separar. “Sempre soube que ele era de uma cidade a 900 quilômetros de distância da onde atualmente fazia faculdade e convivia comigo, mas eu sempre procurava evitar o assunto de que o dia dele ir embora chegaria. Conversamos desde o início deixando claro que isso não seria uma preocupação. Viveríamos o presente em sua plenitude, deixando o amanhã para a Kênia e o Cayo do amanhã se preocuparem.” Conta Kênia, que reside em Naviraí, no Mato Grosso.

Kênia e Cayo se relacionam à distância e participam do grupo, trocando experiências com outros membros

Kênia e Cayo se relacionam à distância e participam do grupo, trocando experiências com outros membros Foto: Arquivo pessoal

Pouco mais de um ano depois do início da relação, o temido dia da despedida chegou. Cayo teve de voltar para sua terra natal, Rondonópolis, no Mato Grosso, deixando a namorada. “Hoje, nos encontramos em um relacionamento a distância e permanece tudo em perfeita harmonia, ainda sem grandes brigas e desgastes. É como se a gigantesca distância não existisse.”

No grupo EnR – Namoro à distância os dois podem se expressar sem medo de eventuais julgamentos, sabendo que podem ser entendidos.  De certa forma, o grupo faz com que as pessoas se sintam mais acolhida em meio à outros casais semelhantes.“Tenho que ressaltar o carinho e amor imenso que já sinto pelo grupo, a felicidade que sinto ao ver tantas histórias de amor que dão certo e o quanto me sinto ansiosa junto com cada pessoa que posta fotos de suas passagens e visitas. Estamos todos juntos em prol de um objetivo em comum”, diz Kênia.

Anny Carolina, da cidade de São Gabriel, e Guilherme, de Alegrete, também namoram à distância. Foto: arquivo pessoal

Anny Carolina, de 16 anos e Guilherme, 20, também mantém um relacionamento a distância. A cidade dele, Alegrete, no Rio Grande do Sul, fica a cerca de 200km de São Gabriel, onde Anny mora. Os dois se conheceram em um retiro há dois anos e meio. Na época, Guilherme ainda estava em outra relação, mas depois de alguns meses eles se reencontraram e acabaram se apaixonando.

“Ficamos um mês namorando pela internet. Fomos ficar pela primeira vez quando já tínhamos um mês e meio de namoro. Fui até a Cidade dela pedir para os seus pais para namorar com ela. Graças a Deus ela tem conseguido vir e eu ir até lá. Estamos namorando há um ano e dois meses”, conta Guilherme.

O grupo para eles foi muito bom para trocar ideias com outros casais. Anny conheceu a página e se encantou logo de cara pelas histórias de namoros à distância, tão parecidas com o que vivia. “Eu nunca tinha postado nada lá. Achei incrível quando todo pessoal ficou comentando e falando quanto tempo faltava pra ver o amado deles, desejando muitas coisas boas para nós. É bom ver que muita gente passa pela mesma coisa ou até pior”, observa.

Aline Dória, de 20 anos, namora Luiz Guilherme de 23, à distância a pouco mais de um ano. Ela é residente de Paripiranga, em na Bahia, e ele, de Capanema, no Paraná. Os dois se conheceram através do snapchat, e se encontraram pela primeira vez neste mês. Aline diz que o grupo e a página são como um porto seguro para ela, nos dias em que a distância é difícil: “Esse grupo e a página foram e são minha fortaleza. Sempre que não estava muito bem por conta da ansiedade eu buscava o grupo, e sempre funcionava. Agradeço muito o apoio dos integrantes e vou acompanhar a página e o grupo até o fim da minha vida”, conta.

A tão sonhada mudança

Viver junto ou mesmo mais perto é o sonho de todo casal que se relaciona à distância. Depois de anos em uma rotina há muito tempo sem se ver, espera por viagens e muita saudade, o casal Wilson e Júlia deu um passo à frente na relação. No final do ano passado, Wilson decidiu sair de São Paulo para ficar junto da namorada em Caxias do Sul.

Wilson e Júlia, criadores da página Encontro na Rodoviária.

Criadores da página EnR Crédito: Encontro na Rodoviária

“Mudança é sempre estressante e cansativo, mas agora está mil maravilhas. A ideia começou em setembro, quando eu pedi demissão do meu trabalho em São Paulo, junto com uma vontade que eu já tinha de experimentar morar em outra cidade. Em outubro de 2016, fiz umas entrevistas em Caxias e felizmente uma empresa me chamou, o que facilitou bastante o processo.” Juntos e felizes, agora eles estão em uma nova fase. Mas se engana quem pensa que as tirinhas sobre o assunto vão acabar por causa disso. A distância, que hoje já é passado, vai ser sempre lembrada pelos dois, e Wilson garante que o editorial da página não sofreu grandes mudanças depois que eles foram viver juntos. Pelo contrário, estar perto só traz mais inspiração ao casal.  “Acredito que a nossa fase de namoro à distância será inesquecível. E agora mais do que nunca queremos mostrar para outros casais que é possível vencer essa distância. E de quebra, já que estamos perto, a página começou a ganhar algumas tirinhas sobre coisas do dia a dia da convivência de um casal.”

Conheça  as páginas oficiais do Encontro na Rodoviária:

Facebook | facebook.com/encontronarodoviaria

Instagram | /EncontroNaRodoviaria

Loja oficial | loja.encontronarodoviaria.com.br

13620198_1813231048896494_1412674788159050939_n

Ilustração por Wilson Silva Crédito: Encontro na Rodoviária

 

Se inspirou com a história do Wilson e da Júlia? Eles não são o único casal que empreende junto. Páginas, canais e sites onde os namorados são protagonistas são bastante populares na internet. Conheça alguns:

Casal Sem Vergonha

casal_017

Casal sem vergonha Crédito: Internet

Eme Viegas, publicitário de 31 anos, e Jaque Barbosa, tradutora, 25, são o Casal Sem Vergonha. Os dois decidiram criar um site para falar com o público sobre sexo e relacionamentos, de uma forma aberta e descontraída. E deu muito certo: a página deles no Facebook possui mais de 1,5 milhão de seguidores e o canal no Youtube já tem mais de 146mil inscritos. Abordando assuntos picantes de uma forma muito bem-humorada, o Casal Sem Vergonha ganhou a internet com seu entretenimento sobre relações.

Conheça mais sobre eles:

Site | http://www.casalsemvergonha.com.br

Facebook | facebook.com/casalsemvergonha

Cadê a chave

snapchat-cade-a-chave-600x315

Leon e Nilce, do canal Cadê a chave? Crédito: internet

Se você ainda não se apaixonou pelo casal do Cadê a Chave, é por que você ainda não os conheceu. Leon Martins, do canal Coisa de Nerd, e sua esposa Nilce Moretto mostram um pouco do seu cotidiano como casal no Youtube, em vídeos estilo daily vlog. Criado em dezembro de 2013, o canal já conta com mais de 2 milhões de inscritos. Lá, além do cotidiano da relação, os dois falam sobre games, aplicativos, tecnologia e humor.

Assista os dois em seu canal:

Se inscreva no canal deles: youtube.com/cadeachave

Lida 3057 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.