Esporte

A Libertadores dos bairros

Campeonato de futebol de várzea começa em Porto Alegre

Não há ninguém do peso de um Riquelme ou de um D´Alessandro. No entanto, isso pouco importa para as dezenas de jogadores que participam do Campeonato Municipal de Várzea, que começou nesse final de semana, em Porto Alegre, e é encarado com a mesma seriedade de uma Libertadores da América. “Os times se enfrentam a cada rodada nos parques da cidade, e a final acontece em dezembro no estádio do Esporte Clube São José. Tem até entrega de troféus”, conta Luiz Miguel Lourenço, fundador do São Lourenço, uma das 21 equipes, divididas em sete chaves, com três times em cada.

A competição é organizada pela Prefeitura de Porto Alegre, através da Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer (SME), e está na 24ª edição. Os jogos ocorrem de forma simultânea em três locais da cidade: Parque Marinha do Brasil, Parque Ararigbóia e Parque Gaelzer. As partidas são disputadas aos finais de semana, e o campeonato é divido em duas categorias: veterano, com idade mínima de 40 anos, e master, com idade mínima de 48 anos.

Para participar do campeonato, os times passam por eliminatórias entre os bairros de Porto Alegre e os melhores disputam o Municipal. Segundo Sérgio Castelo, presidente e técnico do Bagé, que participa pela primeira vez do torneio, a competição é muito importante, pois deixa os jogadores da várzea na “vitrine”, faz com que eles sejam vistos. “O melhor de tudo é que não tem custo para que um time participe do Municipal, basta que ele se classifique bem nas eliminatórias dos bairros”, afirma Castelo.

 

São Lourenço (de branco) vence por 1x0 o Ser Bagé (laranja) pela categoria veterano.

São Lourenço (de branco) vence por 1 x 0 o S.E.R. Bagé (laranja) pela categoria veterano. Foto: Stéphany Franco/Beta Redação

 

Com o objetivo de inibir possíveis confusões dentro de campo, a Gerência de Futebol da SME pune, de acordo com a gravidade da ocorrência, todas as ligas que não respeitem as diretrizes do campeonato. Para o funcionário público da SME Luis Barbosa, que esteve presente em todas as edições do Campeonato Municipal de Futebol de Várzea, o torneio teve que se modificar diversas vezes ao longo dos anos devido a confusões generalizadas que ocorriam muitas vezes durante as partidas. “A ideia do campeonato é criar uma disputa saudável entre as equipes, e assim o campeonato teve alterações para evitar possíveis brigas entre os competidores”, completa.

O Campeonato Municipal de Futebol de Várzea abrange também a categoria feminina, porém, pelo baixo número de times inscritos nesta edição, ainda não há uma data prevista para estreia. Para a competição feminina a idade mínima é de 16 anos.

Para acompanhar a grade de jogos da categoria veterano, clique aqui.

Para acompanhar a grade de jogos da categoria master, clique aqui.

 

Lida 915 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.