Esporte

Campeões da persistência

De aprendiz, Jéssica tornou-se colega do multicampeão Enio Elias

   

Elias (sentado) e Jéssica (no tatame)/Foto: Divulgação

Elias (sentado) e Jéssica (no tatame) / Foto: Arquivo pessoal

Os multicampões Enio Elias, de Estância Velha, e Jéssica Madrid, de Ivoti, são exemplo de persistência e sucesso. O primeiro segue liderando o ranking nacional Master 3 de Taekwondo, com 42,48 pontos, sendo o único atleta a se manter no topo desde a criação do ranking, em 2011. Elias ainda é titular da Seleção Gaúcha master, desde 2008. Jéssica foi atleta da seleção gaúcha de 2006 a 2008 e de 2011 a 2014, conquistando a titularidade da categoria adulto. Além disso, no ano passado ela foi líder do ranking gaúcho adulto e garantiu vaga no Grand Slam Gaúcho.

Os dois fazem parte da equipe Olimpo/Bom Jardim Calçados, na qual Enio é treinador e chefe de equipe. Jéssica, além de atleta, auxilia com a parte técnica e faz toda a parte administrativa. Através do seu desempenho, a garota recebeu incentivo pela Bolsa Atleta Federal, através do Ministério dos Esportes.  

A história dos dois se cruzou quando Elias teve a oportunidade de trabalhar em um projeto social de Ivoti, em 1998. Naquele ano ele já era instrutor de Taekwondo na Academia Olimpo, em Estância Velha, a qual ajudou a fundar. Na cidade vizinha, formou uma equipe de competição e iniciou o processo de graduação dos alunos. Os que mostravam interesse e habilidade eram convidados a integrar a equipe de competição. Em 2005, ele formou a primeira aluna faixa preta, Jéssica Madrid, que havia iniciado no projeto em 1999, com nove anos. Desde a sua primeira conquista, a atleta intensificou os treinos para conquistar uma vaga na Seleção Gaúcha juvenil e na Seleção Brasileira de Taekwondo, as quais conquistaria aos 16 anos.  

Com o passar do tempo, novos talentos foram sendo descobertos, e a parceria entre Enio e Jéssica foi se fortalecendo. Aos 18 anos, a jovem foi contratada para ser auxiliar do seu treinador, assumindo, posteriormente, como professora do projeto na cidade de Ivoti, continuando o trabalho de Elias.

Enio Elias segue imbatível no Ranking Nacional desde 2011/Foto: Divulgação

Enio Elias segue imbatível no ranking nacional desde 2011 / Foto: Arquivo pessoal

Enio, que conheceu o esporte em 1982, e sempre lutou duplamente, para também ultrapassar as adversidades que se apresentaram durante a sua trajetória, sempre ajudou seus alunos como pôde. E em 2008 viu o resultado de seus esforços chegar: lutando em alto rendimento, sagrou-se campeão brasileiro de taekwondo pela primeira vez. De lá para cá, vem acumulando títulos nacionais e sempre subiu ao pódio a cada competição brasileira que participava.

Ainda projetando a sua carreira, o atleta comenta que quer ser o melhor do mundo na categoria master ao vencer o World Masters Games, que geralmente ocorre na Europa e que ele ainda não pôde disputar por motivos financeiros, visto que ainda faltam incentivos aos esportes olímpicos. Mas, na próxima edição, pretende estar presente.

“Aos poucos vai melhorando [o incentivo]. A cada ano o taekwondo vem crescendo muito e evoluindo. Isso traz mais visibilidade ao esporte, atraindo a mídia e mais patrocinadores. Quem sabe um dia terei as mesmas condições que os atletas de outros estados têm”, comenta.         

Enquanto Elias projeta um título mundial, Jéssica sonha com uma vaga na Seleção Brasileira adulta e também em representar o país em um Mundial ou em uma Olímpiada. Recuperada de uma lesão lombar, ela está afastada há mais de um ano dos tatames, retornando em breve.

Jéssica se prepara para retornar aos tatames/Foto: Divulgação

Jéssica se prepara para retornar aos tatames / Foto: Arquivo pessoal

“Estou muito feliz em poder voltar a lutar logo. Amo isso, por mais que seja difícil, os treinos são muito intensos. É muito difícil treinar, treinar, treinar e perceber que sempre temos mais o que aprender, corrigir erros e buscar a evolução, que é constante. As lesões e dores estão sempre acompanhando a vida de nós, atletas, mas é isso o que nos move”, relata.

Elias destaca que as dificuldades enfrentadas sempre existirão. “Apesar de tudo, mesmo sem o apoio necessário, sem conseguir viver do esporte, é possível vencer”, comenta. E o atleta é prova disso. Imbatível no país, ele carrega muitos pontos de várias cirurgias pelas quais passou.

 

Títulos da dupla

Enio: heptacampeão brasileiro master; tricampeão da Copa do Brasil; tetracampeão do Brasileiro Interclubes; campeão da Copa das Federações; multicampeão gaúcho.
Jéssica: hexacampeã gaúcha; campeã do Rio Open; campeã internacional Porto Alegre Open adulto; vice-campeã do Brasileiro Interclubes; bronze no Brasileiro Juvenil; bronze Copa do Brasil adulto.

Lida 769 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.