Economia

BlackFriday: promoções fajutas decepcionam consumidores

A hashtag #BlackFriday foi usada por clientes para reclamações

FAMOSO

Famosos também usaram as redes sociais para se manifestarem contra as fraudes da Black Friday no país. Foto: Reprodução/Twitter

A tão esperada Black Friday frustrou milhões de brasileiros que foram até as lojas ou visitaram sites em busca de produtos com desconto. A “propaganda enganosa” foi a campeã de reclamações entre os internautas. Durante todo o último dia 26/11 e também durante o dia 27/11, a hashtag #BlackFraude ganhou as redes sociais, com denúncias de consumidores em relação a produtos custando mais do que costumavam custar, entre outros problemas.

Os preços manipulados, além da crise e do aumento de desemprego, fizeram com que a Black Friday deste ano fosse a menor em movimentação financeira desde o início da sua realização, em 2010. O site Reclame Aqui, plataforma utilizada por internautas para reivindicarem direitos como consumidor registrou 4.400 reclamações em seu site durante a edição 2015. Em 2014 foram registradas 12 mil reclamações.

Segundo relatório divulgado pelo portal, os principais problemas foram:

1) Propaganda enganosa (36,2% das queixas)
2) Problemas na finalização da compra (9,1%)
3) Divergência de valores (7,1%)
4) Promoções inexistentes (5,6%)
5) Falta de estoque (5,4%)

Telefones celulares foram os campeões de reclamações, seguidos por produtos de informática e eletroeletrônicos. O próprio Reclame Aqui, através de um blog, ajudou os internautas denunciando promoções fajutas. Plataformas como o Já Cotei e Baixou foram aliadas de muitos consumidores nesta Black Friday. As plataformas conseguiram mostrar quanto o produto custava antes e durante o dia de promoções.

Em matéria do Blog Reclame Aqui, o diretor da empresa, Felipe Paniago, avalia que os números de reclamações menores mostram também a baixa aderência dos brasileiros as promoções deste ano. “A Black Friday de 2015 explica um cenário de atenção no mercado brasileiro, que deixou a data passar quase que despercebida. Em ano de crise, os consumidores não foram fisgados pelas campanhas das empresas”, explicou Paniago.

No ranking das 10 empresas com maior volume de problemas, o site KaBum! foi o campeão de reclamações. Veja o ranking:

KABUM CAMPEÃO DE VENDAS

Entre as 10h da manhã do dia 26 e a 0h do dia 28, a Kabum registrou o maior número de reclamações / Arte: Reprodução ReclameAqui

PORTO ALEGRE

Na capital, o Procon contabilizou 72 reclamações sobre a Black Friday, e 80% das queixas foram referentes a promoções de sites e lojas físicas que anunciaram promoções com os mesmos preços praticados antes da liquidação. Também foram registradas 47 denúncias.

“A armadilha mais comum para o consumidor constatada pelas reclamações registradas no Procon foi de que o lojista aumentou o preço antes de ocorrer a Black Friday e, neste dia de promoções, ofereceu o desconto equivalente ao aumento efetuado”, explicou o diretor executivo do Procon em Porto Alegre, Cauê Vieira, em notícia do site da prefeitura da capital.

A respeito do comportamento das lojas, a coordenadora do Procon de São Paulo, Valéria Cunha, explica, em matéria do site G1, que os preços podem ser alterados de forma livre, no entanto as empresas podem ser multadas se aumentarem os valores para depois darem descontos em períodos de promoções: “O que a empresa não pode fazer é subir o valor em um dia para a Black Friday, com o intuito de fazer uma oferta em cima daquele preço anterior, dizendo que aquilo é uma grande promoção. Nesse caso haveria um potencial enganoso e passível de autuação”.

Nas redes sociais, diversos internautas relataram casos de fraude e reclamaram:

DESCONTENTAMENTO

Durante e depois da Black Friday, consumidores de todo o Brasil manifestaram descontentamento nas redes sociais / Foto: Reprodução, Facebook

 

Lida 766 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.