Economia

Baixa na venda de veículos não assusta revendas em Sapucaia

Avenida Sapucaia, de dois quilômetros de extensão, possui 29 revendas

Na Avenida Sapucaia, uma das principais da cidade de Sapucaia do Sul, uma organização chama atenção dos moradores: há revendas de veículos uma ao lado da outra. O mesmo acontece em cidades próximas como Canoas, Esteio e São Leopoldo, que também possuem ruas onde há revendas de automóveis concorrentes organizadas sendo vizinhas umas das outras.

A Beta Redação apurou dados e conversou com empresários para apresentar informações sobre quantidades de veículos, trazer um panorama deste mercado especificamente em Sapucaia do Sul e também entender esta organização dos pontos de venda, fenômeno que se repete em várias outras cidades do Brasil.

Foto: Fabiano Scheck / Beta Redação.

O cenário de veículos

Segundo dados de emplacamentos da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores – FENABRAVE, nos três primeiros meses de 2017, foram emplacados 391.846 carros e 210.985 motos no país. O número é inferior ao acumulado do ano passado no mesmo período. Em 2016, nos três primeiros meses, 401.621 carros e 286.152 motos haviam sido emplacados. A região sul do Brasil foi a segunda maior em número de emplacamentos de veículos, perdendo apenas para a região sudeste nos três primeiros meses deste ano.

Sapucaia do Sul conta com 138.933 habitantes da região metropolitana de Porto Alegre (população estimada em 2016, fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE). Ainda segundo dados do IBGE, em 2015 a cidade contava com uma frota de 77.382 veículos. Deste número, 51.506 automóveis e 12.277 motocicletas. O restante do total de veículos corresponde a outras categorias como ônibus e caminhões.

Os dados de 2017 do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RS) indicam que a frota de veículos em circulação em Sapucaia do Sul é de 75.746. Em relação à população do município, é como se houvesse aproximadamente um veículo a cada 1,8 pessoas.

_

As revendas de veículos

A ferramenta do Google, que traz resultados de tipos estabelecimentos em um local, classifica que há 17 revendas de veículos em Sapucaia do Sul. O portal automotivo Autocarro lista pelo menos 22 revendas na cidade. Porém, ao sair na rua, se encontra um número maior. A Beta Redação decidiu contabilizar apenas as revendas localizadas na Av. Sapucaia. Esta avenida possui apenas dois quilômetros de extensão e, ao percorrê-la de uma ponta a ponta, é possível identificar 29 revendas de veículos, a maioria de automóveis ou então de motocicletas.

_

Foto: Fabiano Scheck / Beta Redação.

_

Uma destas 29 é a Sul Veículos (Av Sapucaia, 40, Primor, Sapucaia do Sul). A empresa existe desde 1994 e foi fundada por Felix Seganfredo. Atualmente, ele e seu filho Regis Seganfredo, apaixonados por carro, administram o negócio.

Regis acredita que este tipo de empreendimento funciona na cidade, o que pode justificar a quantidade de revendas. “Agora, especificamente, as vendas apresentaram uma queda, como acreditamos que houve em quase todo comércio do país. Mas vamos levando o negócio graças aos inúmeros clientes que fizemos ao longo dos nossos 23 anos de mercado” salienta.

_

Foto: Fabiano Scheck / Beta Redação.

_

Sobre a concorrência vizinha, Regis revela que a escolha do local para abrir a revenda na época estava relacionada a isso. “As várias revendas localizadas em uma mesma rua acabam atraindo para este local muitas pessoas que estão em busca do seu novo veículo. Além de que a presença de concorrência não deixa você se acomodar”, explica.

Sobre este aspecto, Matheus Garcia, graduado em Marketing pela Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) e que atualmente trabalha como analista de marketing comenta: “É algo positivo, pois tu tens um nicho naquele local específico, ou seja, o local é conhecido e já está associado a algo na mente do consumidor. Esta avenida de Sapucaia já é conhecida como uma referência para adquirir automóveis na cidade. A praça (ponto de distribuição do produto no mercado) é um dos elementos principais do marketing, pois não adianta, por exemplo, tu teres um bom produto e ele não estar bem exposto ao alcance do consumidor”.

Lida 550 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.