Geral

Aplicativo facilita uso do transporte público por deficientes visuais

Aplicativo está disponível gratuitamente para os sistemas Android e iOS

O Moovit permite que os usuários possam consultar itinerários e horários de ônibus na capital. Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

O Moovit permite que os usuários possam consultar itinerários e horários de ônibus na capital. Foto: Ivo Gonçalves/PMPA

Os aplicativos de celular têm assumido uma função importante em nossas vidas. Segundo pesquisa divulgada em 2015 pela Mobile Time, o uso de apps no Brasil aumentou cerca de 58% se comparado com o ano anterior. Há apps para tudo o que se possa imaginar: de transporte, alimentação, namoro e empregos. Um deles é o Moovit, que permite que os usuários de transporte público saiba os horários, as linhas de ônibus e as rotas que serão percorridas, por exemplo.

Presente em mais de 50 países e com mais de 28 milhões de usuários, o Moovit chegou oficialmente ao Estado em janeiro de 2014 e está disponível de forma gratuita. Em junho deste ano, o aplicativo firmou uma parceria com a prefeitura de Porto Alegre, em uma iniciativa de inclusão para deficientes visuais. Usando as tecnologias de comandos de voz presentes nos smartphones Android e iOS, o aplicativo permite que deficientes visuais também possam desfrutar do serviço na Capital.

Como funciona

Para utilizar o serviço, o usuário com deficiência visual pressiona seu dedo na tela do celular, quando ouvirá qual botão ou ícone está sendo visualizado no momento. Para ser otimizado para deficientes visuais, o app levou em conta os dados oficiais da cidade, disponibilizados no portal DataPOA, juntamente com informações alimentadas pelos usuários para construir um mapa de rotas, com horários, características de cada veículo e a posição geolocalizada dos ônibus.

De acordo com a assessoria de imprensa do Moovit no Brasil, a iniciativa foi implementada com ajuda de um desenvolvedor cego, que relatou sua experiência em primeira pessoa e forneceu feedbacks que ajudaram a assegurar que o aplicativo fosse eficiente e de fácil utilização por esse público.

Uma das usuárias do aplicativo em Porto Alegre é a jornalista Camila Nunes. Ela afirma que a principal utilidade do Moovit é que ele proporciona uma independência para pessoas com deficiência visual. “A gente não precisa ficar dependendo da boa vontade de ninguém para dar uma informação. A navegação dele (o aplicativo) é simples e autoexplicativa”, diz. A única dificuldade que enfrenta não é diretamente ligada com o app, mas sim com o transporte público de uma forma geral. “Muitas vezes os motoristas não param onde a gente está esperando. Isso complica porque temos que correr”, completa, indicando que há problemas que a tecnologia não pode resolver sozinha.

O professor do curso de Jogos Digitais da Unisinos Bernardo Cortizo de Aguiar afirma que aplicativos como o Moovit têm um papel fundamental na sociedade.  “Ter esses aplicativos otimizados para deficientes é muito valioso. Ter um guia que não precisa de uma ajuda de terceiros é uma forma deles (os deficientes) retomarem a independência.”

O Moovit está disponível para usuários dos sistemas operacionais iOS  e Android.

Lida 691 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.