Geral

Obras de revitalização da orla do Guaíba estão 78% prontas

A população espera ansiosa para poder desfrutar do local

Quem caminha na orla do Lago Guaíba em Porto Alegre não tem mais a vista plena do cartão-postal mais conhecido da cidade, o famoso pôr do sol. O que se enxerga da avenida são tapumes, guindastes, tratores, patrolas, escadas, vigas de ferro, muito barro e concreto. Apenas em uma parte dos 1,3 km de área onde está ocorrendo a revitalização da orla do Guaíba, que compreende da Rótula das Cuias até a Usina do Gasômetro, consegue se enxergar algo. Mesmo após o anúncio do ex-secretário de Gestão de Porto Alegre Urbano Shmitt, que prometeu, em dezembro do ano passado, o término das obras para abril de 2017, o empreendimento ainda segue em andamento. A Procon Construções, empresa responsável pelo consórcio vencedor da licitação, divulgou no último dia 3 que apenas 78% das obras estão concluídas, acarretando em mais um atraso. Já foram gastos mais de R$ 65 milhões.

A auxiliar administrativa Rita de Cássia Almeida, 38 anos, pretende ir na orla assim que estiver pronta, mas acredita que a cidade deveria ter outras prioridades, como saúde e educação, por exemplo. Já o empresário Cassiano Picarelli, 27, considera que as obras já deveriam estar prontas e entende que o local pode gerar uma renda extra para o município, embora também entenda que a cidade precisa de outros investimentos.

 

O que está concluído?

Os 47 postes inclinados com iluminação cênica de LED que estavam previstos na obra já estão 100% concluídos e se impõem na paisagem em meio aos escombros. Além dos postes, a Praça Júlio Mesquita já foi entregue há quase um ano, e as duas passarelas metálicas que adentram o lago também já estão finalizadas.

Foto: Kalleb França

Postes que vão iluminar as quadras poliesportivas na orla. Foto: Kalleb França/Beta Redação

 

Porto Alegre, RS - 29/12/2016 Ato de entrega da praça Júlio Mesquita Foto: Joel Vargas/PMPA

Praça Júlio Mesquita já foi entregue à população. Foto: Joel Vargas/PMPA

 

Obras em andamento (Dados divulgados no dia 03/05 no site da empresa Procon Construções)

– Decks: 95% (deck 1 e 2 acabados; 3 em 75%; 4 em 95%)
Estrutura de grande dimensão, que avança sobre a água, com piso em madeira Itaúba, destinada à contemplação do rio e do pôr do sol.

– Ancoradouro: 84%
Estrutura de grande dimensão, situada atrás da Usina do Gasômetro, que avança sobre a água, com piso em madeira Itaúba, destinada a receber embarcações.

– Reservatório: 80%
Estrutura metálica de 23 metros de altura destinada a reservar água para abastecer todo o complexo, revestida em aço Cortein perfurado.

– Edificações: 72%
Compreendem 4 bares, 2 ambulantes, 1 vestiário e 1 segurança. Todas as edificações são térreas ao nível próximo do rio e suas coberturas de concreto funcionam como mirantes ao nível da Av. Edvaldo Pereira Paiva.

– Elementos de Infraestrutura: 70%
Redes de energia elétrica, água, esgoto, pluvial e gás natural.

– Bar Quase Meia Noite: 58%
Restaurante circular com piso, teto e fechamentos laterais em vidro.

– Passeios: 35%
2 ciclovias (uma no nível da Edvaldo e outra no nível do rio) e pavimentações gerais, incluindo um piso iluminado em fibra ótica e pavimentação em concreto em todo entorno da Usina do Gasômetro.

– Arquibancadas: 35%
Estruturas em concreto armado destinadas a contemplação e acesso ao rio.

– Bilheteria: 30 %
Edificação que engloba a antiga tremonha, projetada para servir de bilheteria ao ancoradouro, revestida em vidro e aço Cortein perfurado.

– Implantação Vegetal: 22%

 

O que ainda não começou a ser feito:

– Restauração das Quadras Esportivas: 
Ainda não iniciaram os serviços de restauração de obras e construção de quadras esportivas. Conforme planejado, os referidos serviços devem ser executados na fase final da obra.

 

Novo prazo de entrega:

A Prefeitura Municipal de Porto Alegre e a Procon, empresa responsável pelo consórcio, preveem para outubro de 2017 a entrega da obra.

 

Lida 724 vezes

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por favor resolva a equação * Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.